23.7 C
Vila Nova de Famalicão
Quarta-feira, 5 Outubro 2022
Mariana Silva Gonçalves
Tem 18 anos, é natural de Vila Nova de Famalicão e frequenta a Licenciatura em Português na Universidade de Coimbra. Possui uma enorme paixão pela literatura e pela escrita. Escreve a coluna “Artisticamente falando” no dia 1 de cada mês.

Artisticamente falando sobre o Magusto

Neste início de novembro gostaria de apresentar-vos uma pintura que ilustra o Magusto, da autoria de José Malhoa, que data do ano 1907.

1 min de leitura
- Publicidade -
Mariana Silva Gonçalves
Tem 18 anos, é natural de Vila Nova de Famalicão e frequenta a Licenciatura em Português na Universidade de Coimbra. Possui uma enorme paixão pela literatura e pela escrita. Escreve a coluna “Artisticamente falando” no dia 1 de cada mês.

Famalicão

Feira Grande de S. Miguel animou o centro da cidade

Certame dedicado às tradições famalicenses aconteceu no último fim de semana.

PAN preocupado com a qualidade das refeições escolares em Famalicão

Alergénios na sopa e a presença de dióxido de enxofre e sulfitos em algumas refeições são algumas das preocupações do PAN com as refeições nas escolas famalicenses.

GRACAFE promove 6ª Corrida Pedome / Oliveira Santa Maria

Evento terá lugar dia 22 de outubro. Além das corridas, será realizada uma caminhada solidária.

CIOR inicia ano letivo com várias dinâmicas no âmbito do programa europeu Erasmus+

Os estágios serão realizados em empresas e instituições parceiras da escola.

Inicia hoje o mês de novembro e, portanto, já conseguimos sentir o cheiro a castanhas assadas, acompanhadas pelo quentinho da lareira.

Assim, gostaria de apresentar-vos uma pintura que ilustra o Magusto, da autoria de José Malhoa (pintor, desenhista e professor português), que data do ano 1907 (século XX). O quadro encontra-se atualmente no Museu de José Malhoa, nas Caldas da Rainha.

Em “Festejando o S. Martinho” ou “Os Bêbados”, podemos ver uma mesa rodeada por seis homens. Estes senhores aparentam estar alcoolizados após terem festejado tipicamente o S. Martinho com sardinhas, vinho e castanhas. Através dos objetos presentes na imagem, vestuários e ambiente, conseguimos perceber que pertencem ao mundo rural, o que está muito bem representado pelo artista. A paleta de cores utilizada demonstra uma certa escuridão, o que poderá significar o lado sombrio da vida destes camponeses.

 

Comentários

Mariana Silva Gonçalves
Tem 18 anos, é natural de Vila Nova de Famalicão e frequenta a Licenciatura em Português na Universidade de Coimbra. Possui uma enorme paixão pela literatura e pela escrita. Escreve a coluna “Artisticamente falando” no dia 1 de cada mês.
- Publicidade -
<