13.1 C
Vila Nova de Famalicão
Quarta-feira, 14 Abril 2021
Partilhar
  • 1.2K
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1.2K
    Shares

Ex-líder do PSD Cristina Santos é candidata independente à Junta de Ribeirão

Cristina Santos, ex-líder do PSD de Ribeirão, revela ao NOTÍCIAS DE FAMALICÃO que será candidata independente à presidência da Junta. Uma candidatura contra "os interesses instalados" e "para todos os ribeirenses". É uma cisão no maior núcleo laranja do concelho de Famalicão.

4 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Iniciativa Liberal prepara candidatura à Câmara de Famalicão

A Iniciativa Liberal de Famalicão vai apresentar candidato nas próximas eleições municipais, propondo-se como “alternativa” à coligação de direita no poder há 20 anos, que considera "uma candidatura dos interesses e clientelismos”.

Passe para idosos reativado

Serviço disponível para pessoas com 65 ou mais anos de idade residentes no concelho.

Tabu da recandidatura de Paulo Cunha agita coligação PSD-CDS em Famalicão

A recandidatura de Paulo Cunha à Câmara de Famalicão é assunto tabu na coligação PSD-CDS. Nos dois partidos de direita cresce a impaciência e já há nomes para a sucessão.

Afonso Silva foi o atleta mais pontuado na competição em Felgueiras

22 nadadores de Famalicão participaram no Meeting de Felgueiras. Equipa famalicense obteve o terceiro lugar da classificação geral de clubes.
Partilhar
  • 1.2K
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1.2K
    Shares

Paula Cristina Santos, a presidente demissionária do núcleo do PSD de Ribeirão, revelou ao NOTÍCIAS DE FAMALICÃO que será candidata independente à presidência da Junta de Freguesia.

“Apresento-me como candidata [à presidência da Junta de Freguesia de Ribeirão] porque continuo a acreditar na democracia, porque acredito que é possível fazer política transparente, sincera e clara”, explica Cristina Santos.

A ex-líder do PSD de Ribeirão deixa claro que vai à luta com “uma candidatura assente no combate a interesses instalados”. Mas sem ressabiamentos: “É uma candidatura que não é minha, mas de todos e para todos os ribeirenses”, frisa a candidata.

Paula Cristina Santos, professora, membro do executivo da Junta de Freguesia e militante do PSD em ascensão, chegou a ser candidata a deputada à Assembleia da República em 2019.

Em janeiro deste ano abandonou a liderança do núcleo do PSD de Ribeirão dececionada com o facto de Paulo Cunha, líder da Concelhia, da Distrital e presidente da Câmara de Famalicão, ter escolhido o ainda vereador Leonel Rocha como candidato da coligação PSD-CDS à presidência da Junta, sem que os militantes tivessem sido ouvidos.

“As últimas semanas trouxeram a público um processo pouco claro e pouco transparente na escolha do candidato do partido à presidência da Junta de Freguesia, pelo que entendi não reunir condições políticas e pessoais, ficando esgotadas todas as condições para me manter em funções como presidente do PSD de Ribeirão”, explicou Cristina Santos ao NOTÍCIAS DE FAMALICÃO.

Esta semana, Leonel Rocha, após 20 anos na Câmara Municipal, anunciou a sua candidatura invocando “amor a Ribeirão”.

Aconteceu numa conferência de imprensa onde Paulo Cunha, também presente, afirmou que a escolha de Leonel Rocha tinha sido aceite pela quase totalidade dos militantes.

Esta revelação, contudo, caiu muito mal junto de Cristina Santos e dos seus apoiantes, por “não corresponder à verdade”. “Até parece que estava a falar de outra reunião…”, desabafaram alguns militantes ouvidos pelo NOTÍCIAS DE FAMALICÃO após a conferência de imprensa.

Em função das inúmeras manifestações de apoio e solidariedade, Cristina Santos viu que tinha as condições necessárias para avançar com uma candidatura à presidência da Junta, entrando na corrida desde já: “Após o meu pedido de demissão chegar ao conhecimento geral, assim como a sua motivação, fui contemplada por uma onda de solidariedade e apoio vinda de vários quadrantes da população ribeirense, que me indicam ‘o futuro’ e me encaminham a tomar a decisão de manter a minha postura de serviço a Ribeirão, mas desta vez, como candidata independente a presidente da Junta de Freguesia nas próximas eleições autárquicas.”

“Sou comprometida e apaixonada pela minha vila e suas gentes, todos me conhecem por Cristina, nascida e criada nesta magnífica terra à qual me orgulho todos os dias de pertencer”, conta a candidata a presidente da Junta de Freguesia de Ribeirão, acrescentando que sempre se dedicou “à causa pública e ao bem comum, com participação ativa em vários movimentos ligados à paróquia, ao associativismo e à política”.

Cristina Santos salienta que, desde que iniciou o seu percurso político no núcleo do PSD de Ribeirão, a sua postura “foi sempre de compromisso e serviço à freguesia, tentando sempre ser proativa e mobilizadora dos ribeirenses para a vida cívica e política”.

Segundo afirma, esse trabalho permitiu “resultados eleitorais históricos para o partido, na freguesia e no concelho”. “Enquanto líder do PSD Ribeirão reforçamos o estatuto de maior núcleo do concelho de Vila Nova de Famalicão e um dos maiores do país”, lembra.

Apesar dos apoios, Cristina Santos diz estar certa do “percurso exigente” que está a iniciar. “Mas estou ainda mais certa que contarei com o contributo de todos aqueles que acreditam nas minhas capacidades, e se reconhecem na minha postura na vida política e ativa, para continuar a engrandecer a vila de Ribeirão e a suas gentes”, sublinha a candidata que está a causar a primeira grande surpresa nas autárquicas deste ano.

O seu propósito, no entanto, parece ser maior: “Sou ribeirense e as suas gentes são a minha maior motivação para me dedicar a Ribeirão.”

Comentários