9.8 C
Vila Nova de Famalicão
Quarta-feira, 26 Janeiro 2022
- Publicidade -

TEMA

Eco-visões

As escolhas que nos definem

Há muitos anos que a comunidade científica alerta para aquilo que ninguém quer ouvir. Enquanto continuarmos a interferir com os habitats de outros seres vivos, novas pandemias irão surgir, novas doenças, mais ou menos fáceis de controlar, irão colocar-se como desafios à sociedade. 

Quanto vale a estabilidade de um país?

“Zangam-se as comadres, descobrem-se as verdades”, diz o ditado. Não se vislumbrou qualquer capacidade de diálogo e esforço político coletivo para que o desfecho [sobre a votação do orçamento] não fosse o chumbo, uma crise política.

O PAN veio para partir pedra (mas não a da Portela)

Como diria alguém – aceita que dói menos!

A violência doméstica tem um rosto

“Entre marido e mulher não se mete a colher” - diria que à semelhança de tantos outros ditados ou tradições precisamos de adaptar-nos às exigências do século XXI e àquilo que importa garantir - direitos, proteção, empoderamento das meninas e mulheres.

Está na hora de quebrar o ciclo

Precisamos de quebrar o ciclo de políticas desadequadas aos desafios que vivemos, precisamos de um novo ciclo de políticas públicas assente numa visão ecocêntrica e sustentável – e esse momento é agora!

Quanto vale a saúde das nossas crianças?

A saúde não tem preço! Quando muito, poderá dizer-se que a doença nos sai muito cara, quer pelo sofrimento individual que provoca, quer pelo investimento e despesa que o seu tratamento requer ao Serviço Nacional de Saúde.

Tic-Tac… O relógio não para!

Famalicão tem vindo a sofrer alterações muito negativas por força de decisões políticas pura e exclusivamente focadas no fator económico, sem qualquer equilíbrio e respeito ambiental. Temos um centro urbano cada vez mais edificado e sem espaços verdes, onde nem o “menino dos olhos” desta Câmara Municipal – o Parque da Devesa – escapou. Foram arrancados nove mil metros quadrados de zona verde ao pulmão da cidade.

Últimas Notícias

CDS-PP defende isenção de IRC sobre lucros reinvestidos nas empresas

Areia de Carvalho visita empresa Vieira de Castro, em Vila Nova de Famalicão.

Legislativas. Candidato da Iniciativa Liberal visitou a Didáxis

Rui Rocha reuniu com a direção da instituição.

HumanitAVE está a desenvolver projetos na Guiné-Bissau

Instituição enviou um contentor repleto de materiais angariados em diversas campanhas.

PAN aponta problemas na reabilitação do mercado municipal

Durante ação de campanha em Famalicão, partido detetou "oportunidade perdida".

Legislativas. Candidatos do PAN visitaram a escola de Gondifelos

Uma das propostas do partido é redução de alunos por turma para “melhorar as aprendizagens”.
- Publicidade -