9.8 C
Vila Nova de Famalicão
Quinta-feira, 27 Janeiro 2022
- Publicidade -

TEMA

Escritos da Sombra

O projeto de Siza Vieira e a maldição de Camilo, com obstáculos e oportunismos

Artur Sá da Costa, um dos famalicenses que mais sabem sobre o projeto de Siza Vieira para o espaço camiliano de S. Miguel de Seide, explica como é que as ideias do grande arquiteto nem sequer passaram do papel. É uma longa história de obstáculos e oportunismos.

Júlio Brandão, a livraria de Famalicão que o Estado Novo impediu que fosse editora

A vida da livraria Júlio Brandão foi breve e atribulada, mas intensa. Abalou o mercado livreiro português, pelo arrojo em editar livros políticos de autores marxistas e maoristas, considerados malditos pelo regime do Estado Novo. E abriu portas a jovens investigadores portugueses. Como José Pacheco Pereira.

Recordando as Presidenciais de 1958. Mar de gente com Humberto Delgado em Famalicão

A campanha eleitoral de 1958 para a Presidência da República, com três candidatos na corrida, estava ao rubro depois de Humberto Delgado, ao referir-se a Salazar, ter proclamado: “Demito-o, obviamente”. O povo explodiu de entusiasmo em cidades e vilas como Famalicão. O pior veio a seguir.

Tréguas de Natal

Na minha juventude, era no Natal que a pobreza e as desigualdades sociais mais tocavam a minha sensibilidade, conquistando um lugar privilegiado na memória que nunca esqueci.

Maria Barroso, um recital de poesia ao jantar

Maria Barroso lembrava sempre o Holocausto, sublinhando que os nazis eram seres cultos e letrados, o que não os impediu de deliberada e conscientemente matar milhões de pessoas. E depois de um diálogo intenso com vários dos presentes, sintetizou: fica provado que não basta saber línguas, matemática, ou filosofia, seja o que for. O importante é cultivar os valores e os princípios do respeito pelo ser humano, pela liberdade, enquanto pais e educadores.

O mestre Rebelo Mesquita e os seus amigos

Após existência efémera em 1910, o título “Notícias de Famalicão” reapareceu em 1935, por iniciativa do jornalista Francisco Rebelo Mesquita, um “mestre”, que tinha como “aprendizes” os jovens Armando Bacelar, Lino Lima e Folhadela de Macedo. Quatro amigos que a política iria dividir.

Últimas Notícias

CDS-PP defende isenção de IRC sobre lucros reinvestidos nas empresas

Areia de Carvalho visita empresa Vieira de Castro, em Vila Nova de Famalicão.

Legislativas. Candidato da Iniciativa Liberal visitou a Didáxis

Rui Rocha reuniu com a direção da instituição.

HumanitAVE está a desenvolver projetos na Guiné-Bissau

Instituição enviou um contentor repleto de materiais angariados em diversas campanhas.

PAN aponta problemas na reabilitação do mercado municipal

Durante ação de campanha em Famalicão, partido detetou "oportunidade perdida".

Legislativas. Candidatos do PAN visitaram a escola de Gondifelos

Uma das propostas do partido é redução de alunos por turma para “melhorar as aprendizagens”.
- Publicidade -