7.9 C
Vila Nova de Famalicão
Terça-feira, 27 Fevereiro 2024

Andreia Abreu regressa a Oliveira Santa Maria com os filhos e um livro de contos infantis

Radicada em Amarante, a comunicadora famalicense regressa à sua terra para apresentar um livro “que vem da terra dos sonhos e das histórias de embalar”.

2 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Rotary Club de Famalicão comemora o seu aniversário com a visita do governador

Clube famalicense comemora o 54 anos de existência.

MEDIUM comercializa 38 apartamentos junto ao Parque da Cidade da Póvoa de Varzim

Apartamentos deverão estar concluídos no final de 2025.

Agrupamento Terras do Ave reforça aposta na programação e robótica

Agrupamento tem escolas em 10 freguesias do concelho.

A comunicadora Andreia Abreu já trabalhou como jornalista em Vila Nova de Famalicão e trabalha atualmente na Câmara Municipal de Amarante, onde entrou em 2015 como técnica superior de comunicação.

Esta terça-feira, 14 de março, a ex-jornalista, agora no papel de autora de livros, regressa à freguesia de Oliveira Santa Maria, no concelho de Vila Nova de Famalicão, de onde é natural, para apresentar um livro “que vem da terra dos sonhos e das histórias de embalar”.

Assim, esta terça-feira, a partir das 10h30, será tempo de celebrar a leitura, a escola e a família, na Escola Básica de Oliveira Santa Maria, onde a Andreia Abreu aprendeu a ler, a escrever e a contar.

E a autora não estará sozinha. Com ela estarão os dois filhos que a ajudaram a escrever o livro “Contos a Três”. “Os meus filhos lançaram o desafio e eu fechei os olhos, inspirei-me e atirei-me à escrita. Estou muito feliz com a aceitação do público, o feedback já está a ser muito positivo”, confessa a comunicadora.

O convite surgiu por parte da Associação de Pais e o evento contará com a presença do presidente da Junta de Freguesia, António Pereira, da diretora do Agrupamento de Escolas de Pedome, Sandrina Fortes, e da chefe da Divisão de Bibliotecas e Arquivos, Carla Araújo, em representação do Município de Vila Nova de Famalicão.

À tarde, a autora visitará uma outra escola do concelho, a Escola Básica de Valdossos, na freguesia de Fradelos, para mais um encontro com alunos e toda a comunidade escolar.

No dia 22 de abril, Andreia Abreu irá integrar a “Festa do Livro: Famalicão a Ler”, que se realiza entre 22 e 26 de abril e decorrerá ao ar livre, na renovada Praça D. Maria II, em modelo de stands onde estarão representadas as mais variadas editoras locais e nacionais.

Como seria de imaginar, o mote dado no livro “Contos a Três” é tão infantil quanto fantástico e prova que as boas histórias são as que se enxertam no gosto e no imaginário das crianças.

Nos 14 minicontos deste livro, habitam o Coelhinho Branquinho, o Rato Gato Gaspar e o Gato Lucas (que são amigos a valer), o menino Pedro (com medo do escuro), um Urso Comilão, a Clara e o João (os irmãos que gostam de brincar juntos), a menina dos Sonhos Azuis, o Zé (com medo de se ver ao espelho), o Xilofone rezingão, o Elefante que queria voar, o João (que só gostava de dormir), a Lua (a espirrar), os planetas apaixonados, uma corujinha destemida e um pintainho amarelo.

“Com tais personagens, estes contos só podem deixar os miúdos e os graúdos a sonharem juntos, assim espero, desejando que as leituras sejam sinónimo de momentos aconchegantes, em família, e com direito a grandes noites de sono tranquilo”, diz Andreia.

Andreia Abreu escreveu um livro de contos infantis juntamente com os dois filhos. Fotografia DR

Natural de Vila Nova de Famalicão, ainda estudante colaborou com o jornal “Opinião Pública” e a “Rádio Digital FM”. Em 2000 ingressou na licenciatura em Jornalismo e Ciências da Comunicação, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Estagiou na SIC e trabalhou na TVI e no Porto Canal. Desde 2015 exerce funções como Técnica Superior de Comunicação no Município de Amarante. É diretora-adjunta da revista de literatura infantojuvenil “A Casa do João”. Em novembro de 2021, Andreia Abreu, que está radicada em Amarante desde 2013, lançou o livro de crónicas “OS Dias da Maria”.

A edição de “Contos a Três” é da “Trinta por uma linha” do editor, investigador e escritor João Manuel Ribeiro. As ilustrações são da autoria de Maria Pimentel.

Comentários