14.4 C
Vila Nova de Famalicão
Domingo, 9 Maio 2021
Partilhar
  • 121
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    121
    Shares

Ensino Superior. Juventude Socialista apresenta soluções para os problemas na atribuição das bolsas de estudo

Famalicenses criticam a forma como a Câmara Municipal geriu o processo de atribuição de bolsas de estudo aos alunos universitários. Juventude do Partido Socialista reuniu com a vereadora da Juventude para apresentar para propostas e ajudar o resolver o problema.

2 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Tabu desfeito. Paulo Cunha não é candidato e deixa Famalicão em Outubro

A decisão do autarca foi oficializada esta semana numa reunião com os vereadores da coligação PSD-CDS.

Famalicão. Grupo Eco-Trocas dá vida nova a artigos excedentes e em desuso

O grupo tem como missão incentivar o aproveitamento de recursos e contribuir para a diminuição de desperdícios.

Eduardo Oliveira e as Antoninas: “Manda a prudência que se fale claro aos famalicenses”

A Câmara de Famalicão anunciou o regresso das Antoninas. Mas estamos em estado de calamidade que impõe muitas restrições. A polémica está instalada. O líder do PS lança várias questões à Câmara Municipal. Paulo Cunha acusa-o de ser eleitoralista.

Deputada do PCP no Parlamento Europeu visita a Associação de Moradores das Lameiras

Sandra Pereira elogiou o trabalho da instituição que considera "ser uma referência nacional".
Partilhar
  • 121
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    121
    Shares

O processo de atribuição das bolsas de estudo aos alunos do ensino superior tem sido alvo de contestação. Famílias e alunos famalicenses tem criticado a forma como o processo tem sido gerido pela Câmara Municipal. Entre as falhas apontadas estão falhas na comunicação com os candidatos ao apoio, ausência de coerência e dificuldades no processo de candidatura.

“Perante a contestação auscultada ao processo de atribuição das bolsas de estudo aos estudantes universitários do concelho” e “dado que um dos enfoques da atuação política desta juventude partidária reside na matéria do ensino superior e das condições dos jovens famalicenses”, a Juventude Socialista solicitou uma reunião com a vereadora Sofia Fernandes, responsável pelo pelouro da Juventude e que tutela o processo de atribuição de bolsas aos estudantes famalicenses do ensino superior.

A reunião entre o secretariado da JS Famalicão e a vereadora foi realizada no dia 5 de março. Além de solicitar “alguns esclarecimentos sobre este processo”, a Juventude Socialista “apresentou algumas medidas e soluções a fim de salvaguardar a educação e os interesses da juventude famalicenses”.

Na reunião foram abordadas diversas questões, salientando-se a falta de clareza e exatidão do documento legal municipal que rege toda a tramitação deste processo, bem como a dificuldade que os jovens sentem no que concerne à apresentação de dados e documentos ao longo das fases do processo.

As falhas ocorridas nas notificações aos candidatos, a necessidade da revisão dos critérios vigentes para atribuição das bolsas e a necessidade de realizar uma reapreciação global das candidaturas excluídas também foram discutidos na reunião. A Juventude Socialista de Famalicão mostra-se assim “atenta às falhas denotadas e à ausência de estabilidade e coerência por parte dos serviços municipais no presente processo de atribuição de bolsas”.

O órgão concelhio da Juventude Socialista apresentou ainda à vereadora Sofia Fernandes um conjunto de medidas e soluções para serem implementadas pelo Município nesta questão, nomeadamente, a conceção de um regulamento próprio com linguagem acessível ao público-alvo e a toda a comunidade e a realização de notificações atempadas aos candidatos, sugerindo-se o uso do envio de email e SMS de forma simultânea.

A concelhia da Juventude Socialista propôs ainda “a revisão dos critérios vigentes” e, em particular, “a reformulação da ponderação do valor atribuído aos estudantes deslocados do concelho, dado o atual estado da inflação nacional das rendas universitárias”.

Comentários