test
18 C
Vila Nova de Famalicão
Segunda-feira, 17 Junho 2024

Iniciativa “Acelerar o Norte” apresentada a empresários de Famalicão

Evento decorreu no auditório da Universidade Lusíada.

2 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Desporto ao ar livre em Famalicão em parceria com mais de 70 coletividades locais

Iniciativa decorre de 17 de junho a 12 de julho.

Tony 1 – IMI 0

O orçamento das Antoninas foi de quase um milhão de euros. Bem acima da média do que gastam os concelhos vizinhos.

Iniciativa Liberal cresce e passa a terceira força política de Famalicão

Nas eleições europeias, a Iniciativa Liberal cresceu em Famalicão, mas coordenadora local apresentou a demissão.

Num auditório cheio, com mais de 100 participantes, foi assim que a ACIF deu a conhecer ao território a Aceleradora de Famalicão. Uma plateia composta por empresários e comerciantes que não faltaram à chamada para conhecer mais e melhor este projeto de digitalização das empresas.

O projeto, dirigido por um consórcio composto por CCP, AEP, AHRESP E ACEPI, completamente financiado pelo fundo europeu PRR, visa ajudar as micro e pequenas empresas a fazer a transição digital. Com uma equipa de trabalho no terreno, que irão diagnosticar as necessidades de cada empresa e depois ser-lhes-á atribuído um voucher que pode atingir o valor máximo de 2000 mil para adquirirem serviços na área do digital.

O evento, que decorreu esta quinta-feira, dia 9, no auditório da Universidade Lusíada, em Vila Nova de Famalicão, contou com a intervenção de Fernando Xavier Ferreira, presidente da ACIF, que destacou o caminho que a associação tem feito no apoio aos comerciantes e empresários, com duas candidaturas em dois projetos de digitalização dos negócios em 1 ano, sendo eles o Acelerar o Norte, com a Aceleradora Ave 2 e os Bairros Comerciais Digitais.

O roadshow teve ainda a presença de dois empresários da região de Vila Nova de Famalicão. Yang Qi, pelo grupo Mikado, e Jorge Silva pela TIAJO, deram o seu testemunho motivador em como a digitalização, o online e a tecnologia foram importantes para se estabelecerem no mercado e garantirem a sustentabilidade do seu negócio na área da restauração e na área têxtil.

João Pedro Araújo, que dá a cara pelo projeto Acelerar o Norte, é o gestor de transição digital da Aceleradora Famalicão, e enalteceu “a capacidade de resiliência de todos os empresários”, alertando para a importância de “não deixar fugir a oportunidade de potenciarem o seu negócio pela via da digitalização”. “O futuro é o digital, o futuro tem passagem obrigatória pelo digital e o futuro começa agora”, destacou João Pedro Araújo.

A equipa da Aceleradora de Famalicão está disponível para ajudar todos os empresários na Casa do Empresário em Vila Nova de Famalicão, ou através do email famalicao@aceleraronorte.pt

Comentários

- Publicidade -