14.4 C
Vila Nova de Famalicão
Domingo, 9 Maio 2021
Partilhar
  • 8
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    8
    Shares

Universidade do Minho recebe 350 dos melhores estudantes do secundário de todo o país

Estudantes dos 11º e 12º anos de escolaridade, de 59 escolas, vão participar do programa “O Melhor Estudante na UMinho” que, pela primeira vez, cobre todas as regiões do país.

1 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Tabu desfeito. Paulo Cunha não é candidato e deixa Famalicão em Outubro

A decisão do autarca foi oficializada esta semana numa reunião com os vereadores da coligação PSD-CDS.

Famalicão. Grupo Eco-Trocas dá vida nova a artigos excedentes e em desuso

O grupo tem como missão incentivar o aproveitamento de recursos e contribuir para a diminuição de desperdícios.

Eduardo Oliveira e as Antoninas: “Manda a prudência que se fale claro aos famalicenses”

A Câmara de Famalicão anunciou o regresso das Antoninas. Mas estamos em estado de calamidade que impõe muitas restrições. A polémica está instalada. O líder do PS lança várias questões à Câmara Municipal. Paulo Cunha acusa-o de ser eleitoralista.

Deputada do PCP no Parlamento Europeu visita a Associação de Moradores das Lameiras

Sandra Pereira elogiou o trabalho da instituição que considera "ser uma referência nacional".
Partilhar
  • 8
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    8
    Shares

A Universidade do Minho realiza entre os dias 22 e 24 de março o programa online “O Melhor Estudante na UMinho”, com cerca de 350 participantes de 59 escolas secundárias de todo o país, incluindo dos Açores e Madeira. A iniciativa decorre sempre das 17h30 às 19h00, num total de 31 sessões sobre projetos de investigação e 11 sobre a oferta educativa.

O programa destina-se aos estudantes dos 11º e 12º anos de escolaridade em Portugal que obtiveram as melhores classificações no ano transato. O objetivo é divulgar os cursos da UMinho enfatizando a sua relevância para compreender o mundo, envolvendo para isso os Centros de Investigação. Nessa interação contam com o apoio de meia centena de investigadores, docentes e técnicos de Escolas/Institutos e serviços da UMinho.

Para já, vão poder aprofundar sobre, por exemplo, ideias para melhorar os testes Covid-19, a matemática dentro de um robô, as falhas de memória, os biomateriais e engenharia de tecidos, as pandemias na História, os desafios da inteligência artificial, a representação política das mulheres, o sucesso escolar nas minorias, o rendimento básico incondicional, a promoção da saúde na escola, as diferenças culturais nas decisões judiciais ou o estudo das paisagens e do património, entre outros temas.

O programa “O Melhor Estudante na UMinho” foi concebido como uma abordagem inovadora de aproximar os mais jovens da academia, incentivando-os a fazer formação superior de qualidade e reforçando a centralidade da investigação científica para o desenvolvimento, para além de sensibilizar a comunidade em geral para o conhecimento produzido na universidade. A presente edição cobre pela primeira vez todas as regiões do país.

Comentários