9.8 C
Vila Nova de Famalicão
Domingo, 28 Novembro 2021
Partilhar
  • 7
  • 1
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
    9
    Shares
Susana Dias
Socióloga, mestre pela Universidade do Minho, apaixonada pela geriatria. Atualmente dedicada à gestão e administração em saúde. É diretora clínica da Oldcare Famalicão.

A miséria de um velho não interessa a ninguém

Os velhos estão a morrer e nem todos é por causa do vírus. Na solidão das suas casas, a companhia que lhes resta é a televisão.

2 min de leitura
- Publicidade -
Susana Dias
Socióloga, mestre pela Universidade do Minho, apaixonada pela geriatria. Atualmente dedicada à gestão e administração em saúde. É diretora clínica da Oldcare Famalicão.

Famalicão

Concertos de Natal de Famalicão decorrem no Mercado Municipal

Quase duas dezenas de convidados vão atuar entre os dias 1 de dezembro e 9 de janeiro.

PSD-Famalicão renova confiança no deputado Jorge Paulo Oliveira

Jorge Paulo Oliveira é deputado à Assembleia da República há 10 anos.

Sem campo para jogar no concelho, FC Famalicão instala-se em clube de Esposende

O assunto foi levantado esta quinta-feira na reunião do executivo da Câmara Municipal de Famalicão pelo vereador do PS Eduardo Oliveira. O Presidente da Câmara, Mário Passos, considera que se trata de um problema da SAD do FC Famalicão.

Eleições no PSD: Paulo Cunha recebeu Rangel e Augusto Lima recebeu “vice” de Rio

Eleições para a liderança nacional decorrem no próximo sábado, dia 27. Paulo Cunha, que disse que não apoiava nem Paulo Rangel nem Rui Rio, mas participou no evento de um dos candidatos.
Partilhar
  • 7
  • 1
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
    9
    Shares

De acordo com os dados dos “Censos Sénior” 2021 vivem neste momento 44.484 idosos sozinhos, isolados ou numa situação de vulnerabilidade, em razão da sua condição física, psicológica, ou outra que possa colocar em causa a sua segurança.

Os distritos de Vila Real e da Guarda são os que têm mais idosos a viver nestas condições, contabilizando 5191 e 5012 idosos sinalizados, respetivamente.  Seguem-se os distritos de Beja, Bragança, Faro, Portalegre e Viseu, com mais de 3000 idosos sinalizados.

Nos restantes distritos, o número de idosos sinalizados pela GNR situa-se entre os 946 no Porto e os 1.826 em Castelo Branco.

Estes dados dão-nos a certeza de que os velhos estão a morrer e nem todos é por causa do vírus. Uma geração que vive os últimos anos de vida numa clausura. Trata-se de sobreviver à solidão, a um terror vivido em solitário, atrás de janelas e portas a que foram condenados. Velhos que vão passar a noite de Natal e a noite de fim de ano sozinhos. Na solidão das suas casas, a companhia que lhes resta é a televisão.

O direito à vida passa pelo direito à saúde e às condições necessárias para que os idosos possam viver com dignidade como seres humanos que são.

“Foste em tempos uma pessoa inteira, tiveste poder sobre ti e sobre os outros, dominaste o mundo com a tua força, mediste a vida em colherinhas de café porque escolheste medi-la assim. E ouviste o canto das sereias. E sabes que não cantarão para ti”, escreveu Eliot.

Comentários

Susana Dias
Socióloga, mestre pela Universidade do Minho, apaixonada pela geriatria. Atualmente dedicada à gestão e administração em saúde. É diretora clínica da Oldcare Famalicão.
- Publicidade -
- Publicidade -

Atualidade