18.4 C
Vila Nova de Famalicão
Segunda-feira, 21 Junho 2021
Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Câmara de Guimarães produz legumes na horta pedagógica e entrega a instituições sociais

A Câmara de Guimarães cultiva produtos hortícolas na horta pedagógica e distribui pelas IPSS do concelho. Serviço de Ação Social da autarquia selecionou as instituições sociais.

1 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Mais enfermeiros no centro de vacinação de Famalicão

24 enfermeiros reforçam equipa no centro de vacinação até ao final de julho.

Paulo Costa é o candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal

Deputado municipal concorre à presidência da Câmara. Catarina Ferraz encabeça a lista à Assembleia Municipal.

Agostinho Fernandes quer Eduardo Oliveira a “virar a página de Famalicão”

“Servir as pessoas é a verdadeira essência da política. Estou aqui para servir os famalicenses”, enfatizou Eduardo Oliveira na apresentação do mandatário e de todos os candidatos a vereadores.

Canil de Famalicão custa mais de meio milhão de euros e derrapa 50 mil

A Câmara Municipal aprovou reforço de 10% nas obras de construção do novo canil municipal. Equipamento está a ser construído junto do antigo canil e estará equipado com cerca de 80 boxes para cães, 45 para gatos e 4 para outras espécies.
Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Penca branca, couve-lombarda, couve-roxa, alface e alho francês são alguns dos produtos hortícolas plantados em dois talhões da Horta Pedagógica de Guimarães que são distribuídos pelas instituições particulares de solidariedade social (IPSS) do concelho, indicadas pela Divisão da Ação Social da Câmara Municipal de Guimarães.

O Município de Guimarães dispõe de dois talhões, com cerca de 500 metros quadrados cada, na horta pedagógica, que se destinam à plantação e sementeira de produtos hortícolas, partilhando o conhecimento de boas práticas agrícolas.

Todo o processo, desde preparação de terreno, plantação, sementeira, acompanhamento da cultura e colheita é levado a cabo pelos dois funcionários municipais afetos a este espaço.

Anualmente são feitas duas plantações/sementeiras (outono/inverno e primavera/verão) e depois da colheita os produtos são distribuídos pelas instituições sociais.

Neste caso, foram beneficiadas doze instituições sociais do concelho: Casa do Povo de Creixomil, Casa do Povo de Fermentões, Centro Paroquial de Mascotelos, Irmandade de S. Torcato, Centro Social e Paroquial de Selho S. Cristóvão, Centro Social de Ronfe, Fraterna, Fundação Casa do Paço, Lar de Santo António, Santa Casa da Misericórdia, Centro Social de Brito e Centro Social e Paroquial de Nossa Senhora da Conceição.

 

Comentários