25.3 C
Vila Nova de Famalicão
Sexta-feira, 27 Maio 2022
Armindo Magalhães
É arquiteto com formações complementares nas áreas de segurança contra incêndios, acústica e térmica. Fez mestrado em agricultura biológica e faz voluntariado nesta e outras áreas. Interessa-se por permacultura, cinema, artes plásticas, meio ambiente e agricultura. Como artista plástico, participou de bienais e exposições.

Estão a estragar o património de Famalicão

Dada a quantidade de obras em execução, algumas com pouco sentido, sabemos que o problema não é falta de dinheiro. É falta de vontade, ignorância ou preconceito.

4 min de leitura
- Publicidade -
Armindo Magalhães
É arquiteto com formações complementares nas áreas de segurança contra incêndios, acústica e térmica. Fez mestrado em agricultura biológica e faz voluntariado nesta e outras áreas. Interessa-se por permacultura, cinema, artes plásticas, meio ambiente e agricultura. Como artista plástico, participou de bienais e exposições.

Famalicão

Famalicense António Cândido de Oliveira recebe Insígnia de Ouro na Galiza

A distinção da universidade galega reconhece o professor pelo seu trabalho no avanço do Direito Público e Administrativo.

Negócio polémico em Mouquim. Câmara paga 240 mil euros por terreno avaliado em 145 mil

Maioria PSD-CDS na Câmara de Famalicão aprovou pagar 240 mil euros por um terreno avaliado duas vezes e que técnicos municipais tinham avaliado por 145 mil. "Uma história mal contada", acusa o PS.

PSD-Famalicão. Sofia Fernandes lidera candidatos a delegados de Montenegro ao congresso nacional

Sofia Fernandes vai disputar os delegados do PSD famalicense com Jorge Moreira da Silva, que é candidato à liderança nacional do partido.

Engenho celebra 28º aniversário

Instituição está a desenvolver o projeto "Laços com Engenho/Compromisso com a Comunidade".

Quando vi a notícia do Município a promover a arquitetura no concelho, nomeadamente a referência ao Mercado Municipal e do “famoso prémio”, dei um pulo de alegria: finalmente o Município vai dar importância à arquitectura.

Fui consultar o dito prémio e constatei, com tristeza, que a notícia não é verdadeira. Trata-se, na verdade, de uma plataforma, em que qualquer projeto pode ser inscrito mediante um pagamento. Ou seja, a notícia é falsa: não há seleção nem nomeação (a notícia refere finalista, o que implica haver seleção).

Podem consultar a plataforma https://www.loopdesignawards.com e irão verificar que só haverá uma escolha no final pelo júri e público (este sim, vai ordenar e premiar assim como a votação do público).

Quero aqui referir que só conheço a obra pelas imagens do concurso, portanto sobre o mérito ou demérito do projeto, não me pronuncio. Dado que são fotografias e fotografia, por si, é uma construção sobre algo não a realidade.

A arquitetura é sempre um conjunto de fatores, nomeadamente: integração, funcionalidade, conforto térmico e acústico, sustentabilidade, economia, etc. Só se pode ter uma opinião após uma análise profunda, mas que passa sempre por visitar o local e senti-lo.

Quero também aqui referir que conheço o arquiteto Rui Pedro, pelo qual tenho estima, consideração e a opinião que é um bom arquiteto.

Depois desta “narrativa” do Município sobre o Mercado Municipal, fui visitar uma das mais importantes obras do concelho e do país. Trata-se de uma obra do arquitecto Siza Vieira, o Centro de Estudos Camilianos, em Seide. Siza Vieira, este sim premiado, é um dos arquitetos vivos mais importantes do mundo. Listo no próximo parágrafo alguns dos seus prémios.

Os prémios que lhe foram atribuídos em 1988, pelas fundações Alvar Aalto e Mies van der Rohe, coroados em 1992 pelo Prémio Pritzker da Fundação Hyatt, de Chicago, – considerado o equivalente a um Nobel –, o Prémio da Bienal de Veneza, a Medalha Internacional das Artes 2002, atribuída pelo Governo Regional da Comunidade de Madrid, ao projeto de revitalização do centro da cidade de Madrid.

Museu Municipal Abade Pedrosa Museu Internacional Escultura Contemporânea em Santo Tirso (obra de Siza Vieira e Souto Moura). Fotografia DR

Ao desembarcar no aeroporto Sá Carneiro em agosto deste ano, quando fazia o percurso entre o avião e a saída, deparei com esta imagem a fazer menção a este projeto como algo importante para visitar em Santo Tirso.

Siza Vieira é um dos arquitetos mais conhecidos e premiados do mundo. Repito arquiteto mais importante do mundo.

O Centro de Estudos Camilianos em Seide, devia ter a mesma reverência, pois esta obra coloca, de facto, Famalicão no centro do mundo, pois muita gente consulta e procura Famalicão por esta obra.

Qual é o meu espanto ao visitar, no dia 3 de setembro de 2021, o que devia um marco de do concelho, está em completa degradação como podem verificar pelas fotos ou se quiserem ver pelos próprios olhos é só visitarem o local.