19.5 C
Vila Nova de Famalicão
Segunda-feira, 4 Julho 2022

Guimarães recebe o Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2022

Prémio foi atribuído na categoria “Impacto Social” e é referente a reabilitação do Teatro Jordão e Garagem Avenida.

2 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Altos voos partidários. Paulo Cunha será vice-presidente da comisão política nacional do PSD

O ex-presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, será vice-presidente de Luís Montenegro na nova comissão política nacional do PSD,...

Cidadãos indignados com a sujidade na central de camionagem de Famalicão

A central de camionagem de Famalicão continua em obras e cidadãos denunciam que as casas de banho provisórias "não são limpas há semanas". Quem por lá passa reclama que não é possível utilizá-las: "até vomito".

PAN faz críticas ao regulamento do canil de Famalicão e propõe alterações

Partido enviou propostas de alteração ao projeto de regulamento do Centro de Recolha Oficial Animal de Famalicão.

Riopele lança hoje a sua primeira coleção no metaverso

Empresa reforça aposta no digital e apresenta meta-coleção no QSP Summit, na Exponor, esta quarta-feira, 29 de junho.

A Câmara Municipal de Guimarães recebeu, do Prémio de Reabilitação Urbana 2022 na categoria “Impacto Social”. A cerimónia de entrega decorreu esta segunda-feira, 16 de maio, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Refira-se que o prémio foi atribuído ao consórcio construtor, constituído pelas empresas NVE Engenharias, S.A. e Costeira – Engenharia e Construção, S.A., pela reabilitação do Teatro Jordão e Garagem Avenida, que decidiu entregá-lo à edilidade. Na cerimónia, para além dos representantes do consórcio, dos projetistas e da equipa técnica municipal, esteve presente Domingos Bragança, Presidente da Câmara.

Domingos Bragança começou a sua intervenção dizendo que para a reabilitação dos edifícios do Teatro Jordão e da Garagem Avenida convergiram diversas competências e capacidades, um grande entusiasmo e uma forte vontade de fazer um bom trabalho. “Num tempo muito difícil, em plena crise pandémica, em que a falta de materiais e a escassez de mão-de-obra foram obstáculos imensos, veio ao de cima a resiliência e competência do consórcio construtor e das equipas técnicas da Câmara Municipal de Guimarães”, disse o Presidente.

Domingos Bragança elogiou também o gabinete de arquitetura Pitágoras, responsável pelo projeto, que contribuiu para a qualidade da reabilitação de um “edifício icónico de Guimarães”, que esteve durante muito tempo abandonado, e que agora serve como casa de educação, cultura e ciência.

O Presidente da Câmara quis salientar a grande capacidade de diálogo entre todos os responsáveis pelo projeto e pela obra, o que permitiu que as melhores soluções fossem encontradas e todos os obstáculos que se apresentaram no decurso da empreitada fossem ultrapassados: “se mais não tivéssemos, teríamos esta excelente estrutura colaborativa de uma exigência enorme, o que nos dá todas as garantias para novas obras no futuro”, referiu, depois de dar os parabéns a Domingos Costeira, administrador da Costeira – Engenharia e Construção, José Óscar Nogueira, Diretor Geral da NVE, Manuel Roque e Alexandre Coelho Lima, do Grupo Pitágoras, e a toda a equipa do Departamento de Obras Municipais da Câmara Municipal.

Na intervenção inicial, Domingos Costeira e José Óscar Nogueira manifestaram “orgulho” em receber o Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2022, numa altura em que se cumpre a sua 10º edição, agradecendo a todos os colaboradores pela dedicação e compromisso, bem como à Câmara Municipal de Guimarães e ao Grupo Pitágoras. “É muito importante devolver um marco icónico à cidade”, referiu Domingos Costeira.

O prémio foi atribuído ao consórcio construtor, constituído pelas empresas NVE Engenharias, S.A. e Costeira – Engenharia e Construção, S.A., pela reabilitação do Teatro Jordão e Garagem Avenida, que decidiu entregá-lo à Câmara Municipal de Guimarães.

A obra de requalificação do Teatro Jordão e Garagem Avenida foi distinguida na categoria de Impacto Social, na 10ª edição do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana (PNRU), tendo a cerimónia de entrega dos galardões decorrido no Palácio da Bolsa, no Porto. Foram distinguidos nove projetos em 10 categorias distintas, eleitas por um júri independente de entre um leque de 74 projetos oriundos de 25 concelhos do país, segundo a organização da iniciativa, salientando que se trata de um recorde em termos de dispersão geográfica dos candidatos.

O PNRU é organizado pela Vida Imobiliária e da Promevi e conta com o Alto Patrocínio do Governo de Portugal, concedido através da Direção Geral do Património Cultural, entidade tutelada pelo Ministério da Cultura.

Comentários

- Publicidade -
- Publicidade -