13.1 C
Vila Nova de Famalicão
Quarta-feira, 14 Abril 2021
Partilhar
  • 12
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    12
    Shares

Novas etiquetas energéticas chegam às lojas a 1 de março

Dentro de poucos dias os eletrodomésticos e outros equipamentos eletrónicos vão passar a ter uma nova etiqueta de eficiência energética. No caso das lâmpadas, a mudança para a nova etiqueta energética entra em vigor a 1 de setembro de 2021.

2 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Iniciativa Liberal prepara candidatura à Câmara de Famalicão

A Iniciativa Liberal de Famalicão vai apresentar candidato nas próximas eleições municipais, propondo-se como “alternativa” à coligação de direita no poder há 20 anos, que considera "uma candidatura dos interesses e clientelismos”.

Passe para idosos reativado

Serviço disponível para pessoas com 65 ou mais anos de idade residentes no concelho.

Tabu da recandidatura de Paulo Cunha agita coligação PSD-CDS em Famalicão

A recandidatura de Paulo Cunha à Câmara de Famalicão é assunto tabu na coligação PSD-CDS. Nos dois partidos de direita cresce a impaciência e já há nomes para a sucessão.

Afonso Silva foi o atleta mais pontuado na competição em Felgueiras

22 nadadores de Famalicão participaram no Meeting de Felgueiras. Equipa famalicense obteve o terceiro lugar da classificação geral de clubes.
Partilhar
  • 12
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    12
    Shares

A partir de 1 de março, frigoríficos, congeladores, aparelhos de armazenagem de vinho, máquinas de lavar louça, máquinas de lavar roupa, máquinas combinadas de lavar e secar roupa, televisores e ecrãs digitais passam a apresentar nas lojas físicas e online a nova etiqueta energética.

No caso das lâmpadas, a mudança para a nova etiqueta energética entra em vigor a 1 de setembro de 2021.

A principal novidade da nova etiqueta energética é a escala de classes de eficiência energética que regressa à sua forma original, de A (mais eficiente) a G (menos eficiente).

Nesta mudança os procedimentos de ensaio e de cálculo da eficiência energética de alguns produtos foram revistos, as classes energéticas da antiga etiqueta foram reescalonadas e a etiqueta tem um novo grafismo.

Outra inovação é a existência de um código QR na etiqueta que direciona o consumidor para a Base de Dados de Produtos Europeia e pictogramas, novos ou revistos, com mais informações sobre o desempenho e as características específicas dos produtos.

Dois projetos estiveram a apoiar a implementação da nova etiqueta energética, o BELT (Boost Energy Label Take Up) e o LABEL2020, financiados pela União Europeia ao abrigo do programa “Horizonte 2020” sob os contratos de subvenção nº 847043 e 847062, respetivamente. Estes projetos visam ainda a adoção de produtos mais eficientes ao nível europeu.

Em Portugal, a DECO PROTESTE, em colaboração com a Worten, é responsável pela implementação do Projeto BELT enquanto a ADENE, em estreita coordenação com a Direção-Geral de Energia e Geologia, é a entidade responsável pela implementação do projeto LABEL2020.

As informações sobre as alterações da etiqueta de cada grupo de produto, assim como sobre o impacte energético e ambiental de cada escolha, estão reunidas na ferramenta do Projeto BELT, disponível aqui https://www.deco.proteste.pt/nova-etiqueta-energetica.

O Projeto LABEL2020 reuniu toda a informação sobre o tema no website: www.novaetiquetaenergetica.pt, onde brevemente disponibilizará também uma ferramenta que apoiará o consumidor na utilização da nova etiqueta.

No dia 4 de março, às 18h30, a ADENE organiza um webinar com a participação da DECO PROTESTE, sobre as mudanças e vantagens da etiqueta energética, transmitido em direto no Facebook da ADENE, onde haverá também espaço para perguntas e respostas.

Comentários

- Publicidade -