18.1 C
Vila Nova de Famalicão
Sábado, 23 Outubro 2021
Partilhar
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares

PAN recomenda ao Governo a criação de uma Ecovia do Ave

Partido defende a uma via pedestre e ciclável que ligue a nascente até à foz do rio como uma resposta alternativa e mais respeitadora do meio ambiente na circulação entre concelhos.

min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Injex cresce na pandemia. França e Alemanha são mercados prioritários

A empresa fundada pelo famalicense José Duarte Pinheiro de Lacerda acelera o processo de internacionalização na França e na Alemanha.

Democracia, liberdade e jornalismo

Notícias são sobre factos. Opiniões, favoráveis ou desfavoráveis, não mudam a realidade dos factos.

Presidente da Câmara de Famalicão recebe cidadãos às quartas-feiras mediante marcação prévia

Mário Passos mantém presidência aberta com atendimento aos munícipes.

Desacatos no Parque da Devesa levam a participação na Polícia

Tumulto na sessão de esclarecimento promovida pela Associação Famalicão em Transição.
Partilhar
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares

O Grupo Parlamentar do PAN submeteu esta quinta-feira um projeto de resolução com vista à criação de uma Ecovia do Ave, ou seja, uma via pedestre e ciclável que ligue a nascente até à foz do rio.

São já várias as iniciativas que instam as entidades locais a promover uma maior aproximação e envolvimento da comunidade dos vários municípios, associações e movimentos naquilo que se considera essencial para uma melhor qualidade de vida das populações locais e na preservação e recuperação, quer dos rios, quer das suas margens.

“Este projeto vem dar resposta aos anseios dos vários movimentos associativos, que têm sido fundamentais nesta matéria e que têm alertado para a necessidade de uma maior aproximação das pessoas ao rio, o que naturalmente acompanhamos. Sem dúvida que será através deste contacto próximo com a natureza que se promoverá uma sensibilização para a proteção do meio ambiente, aliado ao incentivo à prática de exercício físico, sendo assim de enorme relevância para a saúde e bem-estar das populações” refere Bebiana Cunha, líder parlamentar do PAN.

Uma ecovia permitirá, igualmente, uma resposta alternativa e mais respeitadora do meio ambiente na circulação entre concelhos, melhorando as condições e oportunidades de movimentação dos munícipes. Consegue-se, do mesmo modo, valorizar a paisagem, dinamizar as economias locais e potenciar benefícios sociais e ambientais para a região. Paralelamente, entende-se que estes projetos combatem a desertificação das zonas interiores e rurais, com o potencial de atratividade que lhe estaria associada e devolvendo a vida a estas zonas territoriais.

Assim, o PAN entende que a criação de uma ecovia com o envolvimento das populações pode potenciar e promover uma efetiva e eficaz monitorização do rio Ave, detetando precocemente e até prevenindo eventuais focos de poluição. Paralelamente, o projeto prevê a criação de uma comissão permanente que envolva os municípios abrangidos pelo Rio Ave e seus afluentes, mas também especialistas, associações, movimentos ambientalistas e sociedade civil, de forma a atualizar objetivos e monitorizar o trabalho conjunto a ser desenvolvido para a despoluição e revitalização da Bacia Hidrográfica do Ave.

Comentários

- Publicidade -