23.7 C
Vila Nova de Famalicão
Quarta-feira, 5 Outubro 2022

A exposição à poluição causa 10 % de todos os casos de cancro na Europa

O cancro mata 1,3 milhões de pessoas, todos os anos, na União Europeia.

1 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Feira Grande de S. Miguel animou o centro da cidade

Certame dedicado às tradições famalicenses aconteceu no último fim de semana.

PAN preocupado com a qualidade das refeições escolares em Famalicão

Alergénios na sopa e a presença de dióxido de enxofre e sulfitos em algumas refeições são algumas das preocupações do PAN com as refeições nas escolas famalicenses.

GRACAFE promove 6ª Corrida Pedome / Oliveira Santa Maria

Evento terá lugar dia 22 de outubro. Além das corridas, será realizada uma caminhada solidária.

CIOR inicia ano letivo com várias dinâmicas no âmbito do programa europeu Erasmus+

Os estágios serão realizados em empresas e instituições parceiras da escola.

A exposição à poluição atmosférica, ao tabagismo passivo, ao rádon, à radiação ultravioleta, ao amianto, a certos produtos químicos e a outros poluentes, causa mais de 10 % de todos os casos de cancro na Europa. A conclusão é de um relatório da Agência Europeia do Ambiente (AEA) publicado em finais de junho.

Os poluentes presentes no ambiente e no local de trabalho, assim como alguns riscos naturais, têm um enorme impacto na nossa saúde, e nalguns casos resultam em cancro, de acordo com o relatório da AEA  “Beating cancer — the role of Europe’s environment [Luta contra o cancro – o papel do ambiente da Europa]”.

Com quase cerca de 3 milhões de pacientes e 1,3 milhões de mortes todos os anos na União Europeia, o cancro afeta enormemente a nossa sociedade. Os custos económicos são também consideráveis, estimados em cerca de 178 mil milhões de euros só em 2018.

Segundo um estudo da AEA, é possível reduzir a maior parte destes riscos de cancro ambientais e profissionais prevenindo a poluição e alterando comportamentos. Reduzir a exposição a estes riscos oferece uma forma eficaz e económica de reduzir casos de cancro e mortes conexas.

Pela primeira vez, a AEA investigou as ligações entre cancro e ambiente, analisando os dados científicos mais recentes sobre a poluição atmosférica, o rádon, a radiação ultravioleta, o tabagismo passivo e os produtos químicos. O relatório estima que os riscos ambientais e profissionais estejam subjacentes a cerca de 10 % dos casos de cancro na Europa.

Comentários

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -