9.8 C
Vila Nova de Famalicão
Quinta-feira, 27 Janeiro 2022

Duas famalicenses na lista de candidatos do Bloco de Esquerda às legislativas pelo círculo de Braga

Comitiva do Bloco de Esquerda visitou Museu da Indústria Têxtil, em Vila Nova de Famalicão.

2 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

CDS-PP defende isenção de IRC sobre lucros reinvestidos nas empresas

Areia de Carvalho visita empresa Vieira de Castro, em Vila Nova de Famalicão.

HumanitAVE está a desenvolver projetos na Guiné-Bissau

Instituição enviou um contentor repleto de materiais angariados em diversas campanhas.

PAN aponta problemas na reabilitação do mercado municipal

Durante ação de campanha em Famalicão, partido detetou "oportunidade perdida".

Legislativas. Candidatos do PAN visitaram a escola de Gondifelos

Uma das propostas do partido é redução de alunos por turma para “melhorar as aprendizagens”.

As famalicenses Raquel Azevedo, técnica de audiovisual e cinema, e Catarina Ferraz, estudante, integram a lista de candidatos do Bloco de Esquerda às próximas eleições legislativas pelo círculo de Braga. A lista é liderada pelo deputado José Maria Cardoso.

A comitiva de candidatos esteve em Vila Nova de Famalicão, onde visitou o único museu têxtil do norte do País. A comitiva do Bloco de Esquerda foi acompanhada pelo diretor do Museu da Indústria Têxtil, o professor e historiador José Manuel Cordeiro, que lamentou os condicionalismos que o atual edifício impõe ao desenvolvimento do trabalho do museu.

“O Museu da Indústria Têxtil necessita de instalações dignas, modernas e de um programa expositivo que faça justiça ao seu valioso património, que testemunha a história, porventura, da mais importante atividade económica do concelho de Famalicão e de toda a Bacia do Ave”, afirmou o deputado do Bloco de Esquerda, José Maria Cardoso.

Os candidatos do Bloco tiveram oportunidade de conhecer a grande riqueza deste museu, que guarda a história do trabalho, de dezenas de milhares de pessoas desta sub-região e que, como referiu José Maria Cardoso, “marcou os modos de vida, a atividade económica, a organização do território e a paisagem, mas também as lutas por melhores salários e condições”, frisando que a indústria têxtil foi responsável pelo crescimento urbano de várias cidades e vilas, nomeadamente de Famalicão”.

“E é porque o têxtil conta a história de mais de 150 anos desta sub-região, que neste museu não pode chover, e que o seu espólio tem de ser mostrado em condições que possam orgulhar estas gentes e contribuir para afirmar a sua identidade, a identidade não só de Famalicão como de toda esta região”, concluiu do cabeça de lista do Bloco.

A comitiva do Bloco de Esquerda foi constituída por José Maria Cardoso, Alexandra Vieira bem como Raquel Azevedo, candidata de Vila Nova de Famalicão.

Comentários