12.5 C
Vila Nova de Famalicão
Quinta-feira, 25 Fevereiro 2021
Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Ensino Profissional. Alunos da CIOR realizam estágios na Europa

2 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Famalicão. Obras limitam o trânsito na zona da Estação a partir de segunda-feira

Trânsito condicionado na área envolvente à Rua da Estação durante cerca de três semanas.

Ex-líder do PSD Cristina Santos é candidata independente à Junta de Ribeirão

Cristina Santos, ex-líder do PSD de Ribeirão, revela ao NOTÍCIAS DE FAMALICÃO que será candidata independente à presidência da Junta. Uma candidatura contra "os interesses instalados" e "para todos os ribeirenses". É uma cisão no maior núcleo laranja do concelho de Famalicão.

Executivo municipal renova apoio anual aos Bombeiros, Cruz Vermelha e Sapadores Florestais

Primeira tranche aprovada na última reunião da Câmara Municipal. Apoio anual ronda os 500 mil euros.

Associação de Moradores das Lameiras promove ação de formação gratuita na área de emergências médicas

Estão abertas as inscrições para a ação de formação em Sistema Integrado de Emergências Médica.
Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Escola Profissional CIOR, de Vila Nova de Famalicão, organizou, durante o primeiro período do presente ano letivo, intercâmbio de alunos no âmbito do programa Erasmus+, apesar dos grandes condicionalismos originados pela pandemia de covid-19.

No total, 26 alunos que se encontram a frequentar o 11º e 12º anos dos cursos de animação sociocultural e de mecatrónica automóvel, de outubro a meados de dezembro, integraram quatro programas de intercâmbio tendo como destino empresas e instituições de Malta, Itália e Alemanha onde efetuaram estágios em contexto de trabalho e formação em contexto escolar.

Para os alunos, dadas as circunstâncias tratou-se de um “enorme desafio baseado na determinação, na vontade e no sentido de responsabilidade e disciplina individual e de grupo em vivenciar exigentes experiências ligadas à formação e ao mundo laboral em contextos socioculturais e linguísticos diferentes”, conforme assegurou Paula Pereira, da direção da CIOR.

A decisão da Escola em continuar com as mobilidades em contexto europeu, apesar das condições epidemiológicas, resultam de um programa existente e contratualizado com a Agência Nacional do programa Erasmus+, da vontade expressa dos alunos e do cumprimento escrupuloso das normas e recomendações da Direção Geral da Saúde e do Ministério da Educação.

Por outro lado, e ainda Paula Pereira, até ao momento “tudo tem sido possível com um esforço acrescido, em termos logísticos, de acompanhamento e de articulação, por parte do Gabinete de Projetos da escola e dos respetivos diretores de curso, com os alunos e com as entidades parceiras acolhedoras dos mesmos”.

Comentários