Escola Básica Júlio Brandão entre os vencedores de concurso de educação financeira

A turma 5.6 da Escola Básica Júlio Brandão, em Vila Nova de Famalicão, alcançou o segundo lugar do 2º ciclo no Concurso Final do projeto “No Poupar Está o Ganho”.

0
54
Todos os projetos foram avaliados por um júri, que selecionou 14 turmas vencedoras, apuradas por nível de ensino, desde o pré-escolar ao ensino secundário. Fotografia DR/AECCB
Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
A turma 5º 6 da Escola Básica Júlio Brandão, em Vila Nova de Famalicão, alcançou o 2º lugar do 2º ciclo no Concurso Final do projeto “No Poupar Está o Ganho”. Um jogo para telemóvel que desenvolve conhecimentos de educação financeira, enquanto gera momentos de diversão, valeu à turma 5º 6 da Escola Básica Júlio Brandão o 2º lugar na categoria do 2º ciclo do Ensino Básico no Concurso Final da iniciativa “No Poupar Está o Ganho”. “Financial Pig” é o nome do jogo que tem como personagem principal um “porquinho mealheiro” que tenta amealhar moedas, notas e prendas, enquanto foge do “Sr. Impulso” e do “Sr. Supérfluo” – duas personagens inimigas da poupança. Há 11 anos que o “No Poupar Está o Ganho” tem como objetivo promover a literacia financeira nas crianças e jovens, abordando temas como a poupança, a gestão e importância do dinheiro e o consumo responsável. O projeto chegou já a 40 mil crianças de 40 municípios e só neste ano letivo participaram mais de 9.000 alunos de 500 turmas. “No Poupar Está o Ganho” decorre ao longo de cada ano letivo e culmina num concurso final anual, que este ano contou com a participação de turmas de vários municípios da região norte. Todos os projetos foram avaliados por um júri, que selecionou 14 turmas vencedoras, apuradas por nível de ensino, desde o pré-escolar ao ensino secundário, premiando assim o trabalho de cerca de 300 alunos dos distritos de Braga (6 escolas), Porto (6), Viana do Castelo (1) e Vila Real (1). “Tivemos a concurso trabalhos muito diversificados e criativos que nos mostraram que, a par da educação financeira, que é obrigatória nos currículos escolares, este projeto desenvolve um grande sentido de comunidade entre alunos, professores e ainda autarquias e outros parceiros que se envolvem nesta missão de formar cidadãos ativos, informados e conscientes dos seus comportamentos financeiros”, adianta Maria Amélia Cupertino de Miranda, Presidente da Fundação Dr. António Cupertino de Miranda. A responsável acrescenta ainda que “estamos certos de que o impacto do projeto na formação destas crianças e jovens leva também a mudanças positivas junto das suas famílias”, A partir de setembro, o “No Poupar Está o Ganho”, desenvolvido pela Fundação Dr. António Cupertino de Miranda, abre novamente inscrições, disponíveis para todos os professores que queiram promover a literacia financeira dos seus estudantes. São fornecidos todos os recursos necessários para que o projeto seja implementado nas escolas, desde a formação dos docentes e planos de aula, aos exercícios, jogos e desafios para os alunos, que podem ainda fazer uma visita online ao Museu do Papel Moeda. Os professores que pretendam manifestar interesse em inscrever as suas turmas no projeto “No Poupar Está o Ganho”, podem desde já preencher o seguinte formulário https://forms.gle/7xCwSiX5cFKSrFwg6

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here