19 C
Vila Nova de Famalicão
Segunda-feira, 21 Junho 2021
Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Famalicão. Semana de 1 a 6 de junho dedicada ao teatro infantil

Quarta edição do “Porquê”, organizado pela Associação Fértil Cultural, com propostas para as famílias e público escolar.

2 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Candidato Mário Passos manipula os milhões de Bruxelas e ilude os famalicenses

A Câmara de Famalicão captou apenas 7,9% dos 354 milhões que Bruxelas aprovou para o território do concelho nos últimos 8 anos. Mas o candidato Mário Passos (PSD-CDS) manipula os números e ilude os famalicenses dizendo que todos os milhões são devidos à ação da autarquia. O NOTÍCIAS DE FAMALICÃO apurou a verdade e revela a lista oficial dos projetos municipais aprovados em Bruxelas.

Mais enfermeiros no centro de vacinação de Famalicão

24 enfermeiros reforçam equipa no centro de vacinação até ao final de julho.

Paulo Costa é o candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal

Deputado municipal concorre à presidência da Câmara. Catarina Ferraz encabeça a lista à Assembleia Municipal.

Agostinho Fernandes quer Eduardo Oliveira a “virar a página de Famalicão”

“Servir as pessoas é a verdadeira essência da política. Estou aqui para servir os famalicenses”, enfatizou Eduardo Oliveira na apresentação do mandatário e de todos os candidatos a vereadores.
Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Despertar o gosto e a sensibilidade das crianças pelo teatro é o principal objetivo do “Porquê?”, a semana dedicada ao teatro para a infância e juventude que decorrerá em Vila Nova de Famalicão de 1 a 6 de junho, com a chancela da Associação Fértil Cultural e com o apoio do município famalicense.

Ao todo são seis os espetáculos inseridos na programação da iniciativa, que nesta sua quarta edição volta a ter propostas para as famílias, mas também para o público escolar.

A semana do “Porquê?” arranca no dia 1 de junho, Dia Mundial da Criança, com o espetáculo “Pequenas Fábulas de La Fontaine”, da companhia Lua Cheia, em cena no Salão Paroquial do Louro e direcionado para o público escolar.

No dia 2 de junho, e também para as escolas, o Teatro e Marionetas de Mandrágora apresenta “O Meu Avô Sabe Voar”, no Salão Paroquial de Ribeirão.

“QUBIM” é a proposta para as famílias da Trupe Fandanga para o dia 3 de junho, na Casa da Pedreira, em Gondifelos.

O Salão Paroquial de Cavalões recebe, no dia 4 de junho, a peça “O Segredo do Rio – Conto”, apresentada pela companhia Chão de Oliva para o público escolar, e no dia 5, “Isto Aconteceu de Repente. Distorção”, da RedCloud Teatro de Marionetas, para o público geral.

O “Porquê?” termina no dia 6 de junho, no Salão Paroquial do Louro, com o espetáculo “Estranhões e Bizarrocos” de Joana Providência / ACE.

Para além destas 6 propostas teatrais, para o dia 4 de junho, às 18h00, está também agendada a conversa “Porquê o teatro para infância e juventude?” dedicada ao tema “A inclusão social nos processos de criação e programação cultural”. O momento decorrerá na Casa da Pedreira, em Gondifelos, contará Maria Vlachou (Acesso Cultura), Madalena Wallenstein (Centro Cultural de Belém / Fábrica das Artes) e Flávio Hamilton (Companhia de Teatro Art’Imagem) como convidados e será transmitida via streaming nas redes sociais da Associação Fértil Cultural.

Horários e mais informações aqui.

Comentários