19 C
Vila Nova de Famalicão
Segunda-feira, 21 Junho 2021
Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Famalicão. Grupo Eco-Trocas dá vida nova a artigos excedentes e em desuso

O grupo tem como missão incentivar o aproveitamento de recursos e contribuir para a diminuição de desperdícios.

2 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Candidato Mário Passos manipula os milhões de Bruxelas e ilude os famalicenses

A Câmara de Famalicão captou apenas 7,9% dos 354 milhões que Bruxelas aprovou para o território do concelho nos últimos 8 anos. Mas o candidato Mário Passos (PSD-CDS) manipula os números e ilude os famalicenses dizendo que todos os milhões são devidos à ação da autarquia. O NOTÍCIAS DE FAMALICÃO apurou a verdade e revela a lista oficial dos projetos municipais aprovados em Bruxelas.

Mais enfermeiros no centro de vacinação de Famalicão

24 enfermeiros reforçam equipa no centro de vacinação até ao final de julho.

Paulo Costa é o candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal

Deputado municipal concorre à presidência da Câmara. Catarina Ferraz encabeça a lista à Assembleia Municipal.

Agostinho Fernandes quer Eduardo Oliveira a “virar a página de Famalicão”

“Servir as pessoas é a verdadeira essência da política. Estou aqui para servir os famalicenses”, enfatizou Eduardo Oliveira na apresentação do mandatário e de todos os candidatos a vereadores.
Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Trocar botas por chocolate, plantas por iogurtes ou aspirador de pó por ração de cão? Tudo isso e muito mais é possível em Famalicão graças ao grupo Eco-Trocas, que tem como missão incentivar o aproveitamento de recursos já existentes e contribuir para a diminuição de desperdícios.

O Eco-Trocas foi criado em janeiro de 2020 na rede social Facebook e tem cerca de 1300 membros. Tem como propósito promover a economia circular, assente em trocas e doações de artigos já existentes e que procuram uma segunda vida. Nenhuma transação no grupo implica dinheiro.

O objetivo do grupo é sensibilizar os membros para um consumo mais consciente, com vista a uma maior durabilidade da vida útil dos artigos disponíveis, que se traduz numa maior sustentabilidade para a comunidade.

Nas mãos dos membros do Eco-Trocas, os artigos que têm em casa em desuso e excedentes vão para onde podem ser úteis. Além disso, muitos artigos ganham vida nova. É que há membros que usam os seus talentos para restaurar peças e recriar artigos, criando autênticas obras de arte a partir de peças que, outrora, poderiam ter ido parar ao lixo.

Em setembro o grupo Eco-Trocas foi galardoado com o Selo Famalicão Visão’25 na categoria “B-Smart Famalicão: Ser um território biodiverso!”.

O grupo Eco-Trocas é uma iniciativa da Associação Famalicão em Transição. A Associação é formada por um grupo de cidadãos do concelho de Vila Nova de Famalicão e arredores, “empenhados em contribuir ativamente para que a comunidade se torne mais sustentável”.

Uma das propostas da Famalicão em Transição é incentivar uma mudança progressiva nos comportamentos, “no sentido de uma vida mais sustentável e em sintonia com a natureza e a comunidade”.

Nesse sentido, a Associação criou vários grupos de trabalho dedicados a interesses e talentos específicos. A saber: ambiente, comunicação, economia circular, educação e transição interior. Os princípios e metodologia da Famalicão em Transição inspiram-se na rede Transition Network “já disseminada pelo mundo e a construir novas e positivas histórias”.

As atividades presenciais da associação estiveram suspensas por causa da pandemia, No entanto, em breve serão retomadas, na nova sede, que está a ser preparada na antiga escola primária de Bente.

Comentários