7.9 C
Vila Nova de Famalicão
Terça-feira, 27 Fevereiro 2024

Riopele aumenta salário mínimo para 840 euros já em dezembro

O aumento no salário terá aplicação no subsídio de Natal. Em julho a empresa tinha aumentado o subsídio de alimentação em 70%.

2 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Rotary Club de Famalicão comemora o seu aniversário com a visita do governador

Clube famalicense comemora o 54 anos de existência.

MEDIUM comercializa 38 apartamentos junto ao Parque da Cidade da Póvoa de Varzim

Apartamentos deverão estar concluídos no final de 2025.

Agrupamento Terras do Ave reforça aposta na programação e robótica

Agrupamento tem escolas em 10 freguesias do concelho.

A Riopele, empresa sediada na freguesia de Pousada de Saramagos, concelho de Vila Nova de Famalicão aprovou uma nova atualização salarial com efeitos a 1 de dezembro próximo, nomeadamente com aplicação no subsídio de Natal, passando o salário mensal base dos colaboradores, quando inferior, para 840 euros. Já antes, em julho, a Riopele tinha decretado o aumento do subsídio de alimentação em 70%.

Em comunicado, a empresa refere que o aumento tem o objetivo de “contribuir para a melhoria da situação social de grande parte dos seus colaboradores”.

Para a Riopele, “não obstante o momento conjunturalmente adverso, com a maioria dos principais mercados externos em situação anémica”, importa investir “continuamente no desenvolvimento dos recursos humanos, por forma a ter mais e melhores competências individuais e melhores equipas”.

A empresa de Vila Nova Famalicão tem igualmente em curso um forte programa de investimento em áreas críticas como a eficiência energética, em sistemas de informação, em I&D, e na área da descarbonização”.

APOSTA GANHA NA FORMAÇÃO

Em simultâneo, a Riopele tem em curso um programa de formação ambicioso. Em 2023, o número de horas de formação ministradas ultrapassou a barreira das 50.000 horas. Relativamente ao ano anterior, o período formativo praticamente duplicou.

Gestão, inovação produtiva, sistemas de informação, desenvolvimento comportamental e organizacional, línguas e sustentabilidade são as áreas identificadas pela Riopele e que, por esse motivo, estão a ser alvo de planos de formação específicos.

Destaque para o facto da Riopele proporcionar aos colaboradores a participação em ações externas de formação, nomeadamente programas de formação executiva, bem como ações internas de formação, salientando-se, por exemplo, a participação de 66 quadros da empresa, durante três meses, num programa para executivos da Porto Business School.

Para a Riopele “as pessoas são um pilar estratégico”. A empresa tem conseguido atrair uma nova geração de talento. Atualmente, a idade média por colaborador é de 41 anos, uma das mais baixas de toda a fileira da moda em Portugal. Assinala-se que 22% dos colaboradores tem menos de 30 anos. De igual modo, o número de licenciados ascende atualmente a mais de 12% do total de colaboradores da empresa.

Comentários