16.3 C
Vila Nova de Famalicão
Terça-feira, 28 Maio 2024

Candidaturas abertas para o Prémio de História Alberto Sampaio

Inscrições até dia 31 de maio.

2 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Festa da família na escola Terras do Ave

Piquenique organizado pela associação de pais e a direção do agrupamento.

Teatro para crianças e jovens entre 27 de maio e 2 de junho em Famalicão

Espetáculos no Parque da Devesa e na Casa da Pedreira, em Gondifelos.

Este fim de semana há Rali de Famalicão

83 pilotos participam na competição

Piscinas exteriores abrem a 1 de junho em Famalicão

As piscinas municipais vão funcionar até dia 15 de setembro.

Está a decorrer o período de candidaturas à edição deste ano do Prémio de História Alberto Sampaio, uma distinção que se destina a homenagear e a manter viva a vida e obra do historiador. As candidaturas estão abertas até dia 31 de maio.

O Prémio de História Alberto Sampaio resulta de uma parceria conjunta dos Municípios de Vila Nova de Famalicão, Braga e Guimarães e da Sociedade Martins Sarmento, e visa valorizar o desenvolvimento de estudos científicos e investigação nas áreas relacionadas com o legado do historiador, nomeadamente, a história social e económica.

Trata-se de uma iniciativa que tem organização e direção científica da Academia das Ciências de Lisboa e o prémio, no valor monetário de seis mil euros, será atribuído por um júri constituído por académicos de universidades portuguesas.

Os estudos concorrentes devem ser enviados para o email geral@acad-ciencias.pt, em formato PDF, até dia 31 de maio de 2024, podendo ter, como base, trabalhos académicos que contenham alterações adequadas aos objetivos do concurso e devendo conter um breve texto que exprima a sua relação com os objetivos do prémio e a obra de Alberto Sampaio.

O regulamento do Prémio de História Alberto Sampaio pode ser consultado aqui.

Recorde-se que Alberto da Cunha Sampaio nasceu em Guimarães, no dia 15 de novembro de 1841, e faleceu na freguesia de Cabeçudos, em Vila Nova de Famalicão, a 1 de dezembro de 1908. Foi historiador, bacharel em Direito pela Universidade de Coimbra, e ficou conhecido pelos seus trabalhos no domínio da história económica. As suas obras mais conhecidas são as consagradas às póvoas marítimas medievais e às vilas do Norte de Portugal.

Comentários

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -