23.7 C
Vila Nova de Famalicão
Quarta-feira, 5 Outubro 2022

Central de camionagem de Famalicão: mais indemnizações por atraso na obra e sem comerciantes para as novas lojas

A obra teve início em 2020 e devia ter ficado pronta em 2021. O valor do contrato aumentou em mais de 30%, passando de 2,7 milhões para 3,5 milhões de euros.

1 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Feira Grande de S. Miguel animou o centro da cidade

Certame dedicado às tradições famalicenses aconteceu no último fim de semana.

PAN preocupado com a qualidade das refeições escolares em Famalicão

Alergénios na sopa e a presença de dióxido de enxofre e sulfitos em algumas refeições são algumas das preocupações do PAN com as refeições nas escolas famalicenses.

GRACAFE promove 6ª Corrida Pedome / Oliveira Santa Maria

Evento terá lugar dia 22 de outubro. Além das corridas, será realizada uma caminhada solidária.

CIOR inicia ano letivo com várias dinâmicas no âmbito do programa europeu Erasmus+

Os estágios serão realizados em empresas e instituições parceiras da escola.

A central de camionagem de Famalicão foi o tema central de duas propostas apresentadas na reunião da Câmara Municipal desta quinta-feira, 28 de julho.

A primeira proposta visava a prorrogação do pagamento de indemnizações aos comerciantes e lojistas do espaço uma vez que persiste o atraso na conclusão da obra na central de camionagem.

O pagamento das indemnizações estende-se agora até ao dia 18 de setembro. As indeminizações foram aprovadas em agosto de 2020 e a primeira prorrogação foi feita em setembro de 2021. Depois disso, o prazo foi novamente prorrogado em dezembro de 2021, em janeiro de 2022 e mais uma vez agora.

Fotografia NOTÍCIAS DE FAMALICÃO

A obra da central de camionagem deveria ter sido concluídas no ano passado, mas ainda está a decorrer. Foi recentemente aprovada a segunda prorrogação do prazo. Somando os dois adiamentos, o prazo foi prorrogado em mais 180 dias.

O orçamento da obra também derrapou. O valor do contrato aumentou em mais de 30%, passando de 2,7 milhões para 3,5 milhões de euros. [ver aqui Obra na central de camionagem 900 mil euros mais cara e atrasada seis meses]

A outra proposta apresentada na reunião camarária de hoje tem a ver com o concurso lançado pela autarquia para a concessão dos espaços comerciais na central de camionagem.

É que não há comerciantes interessados em ocupar as lojas que estarão disponíveis na central de camionagem de Famalicão. Após um primeiro concurso, que ficou deserto, também o segundo concurso lançado pela Câmara de Famalicão para a concessão dos espaços não atraiu interessados.

Fotografia CMVNF/DR

O prazo para apresentação de propostas neste segundo concurso expirou em maio e dos sete lotes, seis não receberam nenhuma proposta. Um dos lotes recebeu apenas documentação sem se fazer acompanhar de nenhuma proposta.

 

Comentários