14.4 C
Vila Nova de Famalicão
Segunda-feira, 1 Março 2021
Partilhar
  • 16
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    16
    Shares

Gémeas de 19 anos fazem cirurgia de mudança de sexo muito rara na medicina

Duas gémeas de 19 anos nasceram com o sexo biológico masculino e assumiram a mudança para o sexo feminino ao mesmo tempo e em conjunto. Aconteceu no Brasil. Este processo de mudança de sexo conjunta de gémeos é inédito no país e muito raro no mundo da medicina.

3 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Com menos casos de covid-19, Famalicão tem risco “moderado” de contágio

Segundo o relatório divulgado nesta segunda-feira, dia 1 de março, pela Direção-Geral da Saúde (DGS), o número de casos de covid-19 em Vila Nova de Famalicão voltou a diminuir. O novo relatório dá conta de 230 novos casos por cem mil habitantes nos últimos 14 dias.

ACIF promove formação para desempregados

Estão abertas as inscrições abertas para o curso de Operador de Distribuição. As aulas serão realizadas em horários laboral.

Júlio Brandão, a livraria de Famalicão que o Estado Novo impediu que fosse editora

A vida da livraria Júlio Brandão foi breve e atribulada, mas intensa. Abalou o mercado livreiro português, pelo arrojo em editar livros políticos de autores marxistas e maoristas, considerados malditos pelo regime do Estado Novo. E abriu portas a jovens investigadores portugueses. Como José Pacheco Pereira.

Doze alunos de Famalicão seguem em frente no Concurso Nacional de Leitura

No total, foram apurados 12 vencedores, quatro por cada nível de ensino, que seguirão para a próxima fase do concurso.
Partilhar
  • 16
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    16
    Shares

No mundo, os dedos de uma mão serão suficientes para contar casos iguais ou idênticos. No Brasil nunca tinha acontecido. Duas gémeas brasileiras de 19 anos entraram para a história como as mulheres mais novas do Brasil a submeterem-se a uma intervenção cirúrgica de mudança de sexo, num processo raro no mundo da medicina por ter sido feito ao mesmo tempo.

A dupla intervenção cirúrgica de mudança de sexo aconteceu esta semana num hospital de Blumenau, cidade do Estado de Santa Catarina, um dos mais ricos do Brasil.

A cidade de Blumenau, para além de ser o segundo maior centro das indústrias têxtil e do vestuário do país, tem grande influência de imigrantes alemães, sendo considerada a cidade mais alemã do Brasil.

Os médicos José Carlos Martins Júnior e Cláudio Eduardo, especializados em cirurgia transsexual e feminização facial, foram os responsáveis por esta mudança de sexo em dose dupla, inédita no Brasil.

O inedetismo do processo deve-se ao facto de ter ocorrido com duas gémeas que nasceram com o sexo biológico masculino e assumiram a mudança para o sexo feminino ao mesmo tempo e em conjunto.

As gémeas, que não quiseram ser identificadas, são brasileiras e também são as mais jovens a mudarem de sexo no país com base na nova legislação do país, que diminuiu de 21 para 18 anos a idade mínima para este tipo de cirurgia.

As duas irmãs discutiam a transição para o sexo feminino desde a adolescência. Aos 15 anos iniciaram o tratamento hormonal para a transição sexual.

As intervenções cirúrgicas foram realizadas no Hospital Santo António, uma unidade de saúde privada de Blumenau, já que dos cinco hospitais públicos brasileiros que prestam este serviço, nenhum fica no Estado de Santa Catarina.

As cirurgias foram realizadas quinta e sexta-feira e as gémeas já estão a recuperar, devendo abandonar a unidade hospitalar a partir do dia 15.

No Brasil, antes de ser submetido à cirurgia para mudar de sexo, o paciente precisa de passar por um acompanhamento multidisciplinar durante cerca de dois anos. A espera para iniciar o processo pode levar até cinco anos.

No ano passado, o Conselho Federal de Medicina (CFM) aprovou novas regras para a cirurgia de transição de género. Entre elas está uma resolução que amplia o acesso à cirurgia e também ao atendimento básico para transgéneros.

A norma reduziu a idade mínima para o início das terapias hormonais de 18 para 16 anos e, também, para procedimentos cirúrgicos envolvendo transição de género a partir de 18 anos. Antes era preciso esperar até os 21.

Etapas da mudança do sexo feminino para o masculino e vice-versa. Fotografia SUPERINTERESSANTE/DR

Uma intervenção cirúrgica de mudança de sexo é complexa e irreversível.

No Brasil, uma cirurgia para mudança do sexo feminino para o sexo masculino demora entre 2 a 3 horas e pode custar 45 mil reais, o equivalente 6.900 euros.

Já uma cirurgia de mudança do sexo masculino para o sexo masculino tem uma duração média de sete horas e pode custar entre 35 e 37 mil reais, ou seja, entre 5300 e 5600 euros.

Veja neste link da revista Superinteressante todos os passos de cada uma das intervenções.

Comentários