12.5 C
Vila Nova de Famalicão
Quinta-feira, 25 Fevereiro 2021
Partilhar
  • 380
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    380
    Shares

Paulo Cunha impõe Leonel Rocha como candidato à Junta de Ribeirão e divide PSD

Depois de 20 anos na Câmara de Famalicão, o vereador Leonel Rocha será candidato à Junta de Ribeirão. Mas a escolha é polémica. A líder do Núcleo do PSD de Ribeirão já pediu a demissão.

4 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Famalicão. Obras limitam o trânsito na zona da Estação a partir de segunda-feira

Trânsito condicionado na área envolvente à Rua da Estação durante cerca de três semanas.

Ex-líder do PSD Cristina Santos é candidata independente à Junta de Ribeirão

Cristina Santos, ex-líder do PSD de Ribeirão, revela ao NOTÍCIAS DE FAMALICÃO que será candidata independente à presidência da Junta. Uma candidatura contra "os interesses instalados" e "para todos os ribeirenses". É uma cisão no maior núcleo laranja do concelho de Famalicão.

Executivo municipal renova apoio anual aos Bombeiros, Cruz Vermelha e Sapadores Florestais

Primeira tranche aprovada na última reunião da Câmara Municipal. Apoio anual ronda os 500 mil euros.

Associação de Moradores das Lameiras promove ação de formação gratuita na área de emergências médicas

Estão abertas as inscrições para a ação de formação em Sistema Integrado de Emergências Médica.
Partilhar
  • 380
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    380
    Shares

Ao fim de 20 anos na Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, o vereador da Educação e da Cultura, Leonel Rocha, está de saída, para ser candidato à presidência da Junta de Ribeirão nas próximas eleições autárquicas, apurou o NOTÍCIAS DE FAMALICÃO junto de fontes social-democratas famalicenses.

A candidatura de Leonel Rocha à presidência Junta de Ribeirão – que o NOTÍCIAS DE FAMALICÃO anuncia em primeira mão – é uma escolha pessoal de Paulo Cunha, que é líder do PSD-Famalicão e da Distrital de Braga do partido.

Mas a escolha do candidato, por ter sido feita nas costas da líder do Núcleo do PSD-Ribeirão, Cristina Santos, e dos próprios militantes, está a gerar polémica.

Ao desviar Leonel Rocha para Ribeirão, Paulo Cunha, provável candidato a um terceiro mandato como presidente da Câmara de Famalicão, para além de transmitir uma mensagem de renovação da lista da coligação PSD-CDS, tira do caminho um velho pretendente à presidência do município. Porém, abriu uma crise política no PSD ribeirense.

LÍDER DO NÚCLEO DEMITE-SE

Ao ter sabido através de Paulo Cunha que o candidato à Junta de Ribeirão já estava escolhido sem que o PSD de Ribeirão tivesse sido ouvido, Cristina Santos, presidente do núcleo do partido, ficou dececionada.

A presidente daquele é o maior núcleo do PSD no concelho apresentou a demissão ao ter sido informada que o candidato à presidência da Junta de Freguesia nas próximas eleições autárquicas já tinha sido escolhido, sem que o núcleo social-democrata de Ribeirão sequer tivesse sido ouvido.

As eleições para a nova direção do núcleo vão decorrer em março e o atual presidente da Junta, Adelino Oliveira, está na linha da frente como candidato. Resta saber se terá oposição.

Professora de profissão, Cristina Santos teve o apoio do presidente da Junta, Adelino Oliveira, e do próprio Leonel Rocha nas últimas eleições para o núcleo do PSD de Ribeirão.

Na vila, tudo estava naturalmente encaminhado para que a líder do núcleo do PSD e membro do executivo da Junta de Freguesia de Ribeirão fosse a sucessora natural do presidente da Junta, Adelino Oliveira, que tem emprego na Câmara Municipal, como diretor das piscinas de Famalicão, e está no seu terceiro mandato como presidente do executivo ribeirense.

DA CÂMARA PARA A ESCOLA

Já há alguns meses que o destino de Leonel Rocha estava traçado. E, segundo as fontes do PSD contactadas pelo NOTÍCIAS DE FAMALICÃO, só não anunciou a sua candidatura a Ribeirão durante o mês de janeiro, como teria sido combinado com Paulo Cunha, porque o ainda vereador espreita a ténue possibilidade de ser candidato à presidência da Câmara Municipal de Famalicão, caso o atual edil decida não avançar.

A retirada de Leonel Rocha para Ribeirão – a sua freguesia de origem e onde mora – pode parecer uma despromoção. E não há memória de um vereador com tantos anos na Câmara Municipal que se tenha candidatado depois à presidência de uma Junta de Freguesia.

Politicamente, a partir de Ribeirão, poderá reconstruir uma estrada política que a longo prazo lhe permita a desejada candidatura à presidência da Câmara Municipal.

Financeiramente, não terá problemas. Já se diz que o vereador voltará às suas aulas de Religião e Moral na Escola Básica 2.3 de Ribeirão e que será o próximo diretor do agrupamento escolar.

Um cargo para o qual não terá dificuldades de ser eleito, em função da sua experiência de liderança no setor da educação municipal e do sistema de escolha destes responsáveis.

Assim, somando o ordenado da Junta de Freguesia com o ordenado como professor Leonel Rocha poderá levar para casa no final do mês mais ou menos aquilo que leva hoje como vereador.

O REGRESSO DE JOSÉ REIS MOREIRA

Para o PSD-Famalicão, ter a Junta de Ribeirão liderada pelo partido no próximo mandato parecia um dado adquirido. No entanto, a certeza deu lugar à preocupação quando, no final do ano passado, o antigo presidente da Junta, José Reis Moreira, que estava a viver no Brasil, voltou à freguesia.

A preocupação era só uma: se o antigo autarca, que obteve votações históricas, fosse candidato, o PSD, provavelmente, perderia uma Junta de grande simbolismo para o poder da coligação de direita no concelho.

Afinal, mesmo depois de mais uma década fora do país, José Reis Moreira continua a ser muito estimado pelos ribeirenses e muito acarinhado na vila. Muitos ribeirenses ainda o tratam por “presidente”.

Mas a preocupação do PSD deu lugar à tranquilidade, algumas semanas depois da mudança de Reis Moreira para Ribeirão. E fontes contactadas pelo NOTÍCIAS DE FAMALICÃO confirmam: Reis Moreira não será candidato.

Comentários