14.4 C
Vila Nova de Famalicão
Domingo, 9 Maio 2021
Partilhar
  • 41
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    41
    Shares

Iniciativa Liberal prepara candidatura à Câmara de Famalicão

A Iniciativa Liberal de Famalicão vai apresentar candidato nas próximas eleições municipais, propondo-se como “alternativa” à coligação de direita no poder há 20 anos, que considera "uma candidatura dos interesses e clientelismos”.

2 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Tabu desfeito. Paulo Cunha não é candidato e deixa Famalicão em Outubro

A decisão do autarca foi oficializada esta semana numa reunião com os vereadores da coligação PSD-CDS.

Famalicão. Grupo Eco-Trocas dá vida nova a artigos excedentes e em desuso

O grupo tem como missão incentivar o aproveitamento de recursos e contribuir para a diminuição de desperdícios.

Eduardo Oliveira e as Antoninas: “Manda a prudência que se fale claro aos famalicenses”

A Câmara de Famalicão anunciou o regresso das Antoninas. Mas estamos em estado de calamidade que impõe muitas restrições. A polémica está instalada. O líder do PS lança várias questões à Câmara Municipal. Paulo Cunha acusa-o de ser eleitoralista.

Deputada do PCP no Parlamento Europeu visita a Associação de Moradores das Lameiras

Sandra Pereira elogiou o trabalho da instituição que considera "ser uma referência nacional".
Partilhar
  • 41
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    41
    Shares

O Partido da Iniciativa Liberal vai apresentar candidatura à Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão nas eleições autárquicas que serão realizadas este ano.

Para além de concorrer à Câmara Municipal e à Assembleia Municipal, a Iniciativa Liberal vai apresentar candidaturas em algumas freguesias do concelho de Vila Nova de Famalicão, soube o NOTÍCIAS DE FAMALICÃO junto de uma fonte do novo partido de direita.

Em comunicado enviado à comunicação social, a Iniciativa Liberal de Famalicão justifica a candidatura aos órgãos municipais afirmando que “os últimos meses têm servido para reafirmar, no seio do grupo de coordenação local, a necessidade de uma alternativa diferente para o futuro de Vila Nova de Famalicão”.

A Iniciativa Liberal reafirma “o compromisso de defesa dos munícipes e de uma boa administração local, com foco na redução dos encargos fiscais para todos, maior atração de investimento privado, redução da despesa e melhor aproveitamento dos recursos humanos ao serviço da Câmara, proteção e defesa de valores e património ambiental e valorização do património famalicense”.

Entre as várias críticas que a Iniciativa Liberal faz ao atual executivo municipal estão “os projetos megalómanos de construção que deixaram a cidade insuportável de desfrutar, bem como o estado lamentável dos passeios esburacados ou ocupados com taipais ou esplanadas vazias”.

“Os supostos casos de pressão a jornais locais e os sucessivos e constantes aumentos de despesa” também são alvo de críticas.

COLIGAÇÃO PSD-CDS É “MAIS DO MESMO”

O anúncio da candidatura da Iniciativa Liberal às autárquicas surge após a confirmação da renovação da coligação entre PSD e CDS como candidata à reeleição na Câmara de Famalicão que a IL–Famalicão lamenta por considerar mais uma candidatura do “centrão”.

A IL-Famalicão “tendo ainda em mente a não formalização da candidatura de Paulo Cunha, como cabeça da mesma coligação” considera que será “uma candidatura dos interesses e clientelismos e de um projeto que pretende fazer da Câmara, e dos munícipes, mais uma porta giratória e trampolim político, em vez de um projeto de serviço e defesa dos interesses municipais”.

Segundo a IL-Famalicão está justificada a “necessidade de uma alternativa arrojada, com ideias novas e com candidatos descomprometidos e sem passado de ligações clientelares”.

Assim, consideram que a candidatura liberal trata-se de “uma alternativa para quem está farto de ‘mais do mesmo’, mas sem cair nos desvarios populistas e extremistas”.

 

Comentários