9 C
Vila Nova de Famalicão
Sábado, 4 Fevereiro 2023

Leonel Rocha renuncia e Junta de Ribeirão irá a eleições

Chumbo do orçamento levou à renúncia

1 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Mário Passos e Eduardo Oliveira têm uma história da vida pessoal em comum

Saiba o que liga os dois políticos famalicenses.

Trabalhadores da Transdev em greve na segunda-feira

Usa transporte público rodoviário em Famalicão? Há greve marcada na Transdev

Moradores de Gondifelos protestam e lagoa de “lixo” é chumbada

Moradores entregaram à Câmara Municipal um abaixo-assinado contra a construção de uma lagoa chorume, líquido que resulta da decomposição do lixo.

Noite de Carnaval terá 12 linhas de autocarros gratuitos para o centro de Famalicão

Três horários disponíveis para ir e regressar.

O executivo liderado por Leonel Rocha na Junta de Freguesia de Ribeirão renunciou na tarde desta segunda-feira, 2 de janeiro.

O ex-vereador da Educação já anunciou que irá apresentar-se novamente a eleições.

Na origem da renúncia o chumbo do Plano e Orçamento para 2023 na reunião na Assembleia de Freguesia ocorrida quinta-feira, 29 de dezembro com os votos do Movimento Juntos por Ribeirão e do Partido Socialista.

Leonel Rocha acusa o Movimento Juntos por Ribeirão de “chincana política”.

Cristina Santos, líder do Movimento Juntos por Ribeirão, referiu ao NOTÍCIAS DE FAMALICÃO que o Movimento detetou e informou sobre um erro no orçamento antes da realização da Assembleia. “O orçamento aprovado tinha sido de 27.500€, mas no orçamento constavam 55.000€, havendo um desfasamento de valores no orçamento final da autarquia”, explicou Cristina Santos, adiantando que a oposição não poderia “viabilizar um orçamento com um erro destes”.

CRISE POLÍTICA

Recorde-se que o ex-vereador Leonel Rocha foi eleito presidente da Junta de Ribeirão, mas sem maioria. Foi a primeira vez em mais de 20 anos que a coligação PSD/CDS-PP perdeu a maioria na vila.

A candidatura de Leonel Rocha à Junta de Ribeirão causou instabilidade política na vila desde antes do início da apresentação oficial.

A forma como o processo foi gerido por Paulo Cunha levou Cristina Santos, líder do núcleo do partido em Ribeirão, a demitir-se. Seguindo-se o nascimento do Movimento Juntos por Ribeirão e a apresentação da candidatura independente de Cristina Santos.

Comentários

- Publicidade -