9 C
Vila Nova de Famalicão
Domingo, 7 Março 2021
Partilhar
  • 358
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    358
    Shares
Carlos Jorge Figueiredo
Carlos Jorge Figueiredo
É farmacêutico, nasceu em Anadia e está radicado em Famalicão desde 1993. Lidera o núcleo local da Iniciativa Liberal. Escreve no dia 12 de cada mês.

Os passeios da cidade estão a encolher

Passeios estreitos, desnivelados, irregulares e esburacados. Esplanadas, rampas e muros que não se percebe como é possível que tenham sido autorizados. Um olhar sobre uma cidade onde é cada vez mais difícil andar a pé, com cadeiras de rodas ou empurrando carrinhos de bebé.

6 min de leitura
- Publicidade -
Carlos Jorge Figueiredo
Carlos Jorge Figueiredo
É farmacêutico, nasceu em Anadia e está radicado em Famalicão desde 1993. Lidera o núcleo local da Iniciativa Liberal. Escreve no dia 12 de cada mês.

Famalicão

José Santos, o vereador mais antigo da Câmara, está no fim da linha

Já foi vereador do ambiente e do poderoso pelouro das obras municipais. José Santos está na Câmara de Famalicão há 20 anos. É o vereador mais antigo em funções. Depois de Leonel Rocha, é mais um com quem Paulo Cunha não conta na próxima lista da coligação PSD-CDS.

José Silvano anuncia candidatos do PSD a 100 câmaras municipais. Paulo Cunha é um deles

Paulo Cunha foi anunciado num lote de uma centena de candidatos a outras tantas câmaras municipais, sendo 23 novos candidatos autárquicos e 77 presidentes atuais que serão recandidatos.

Iniciativa Liberal promove conferência sobre o estado das finanças públicas

Evento ocorre no próximo dia 5 de março, às 21h30, com a presença de João Cerejeira e Jorge Marrão.

Chega! Famalicão apela à participação dos militantes nas eleições do próximo sábado

Cerca de meia centena de famalicenses formam a lista que concorre à eleição dos delegados à III Convenção Nacional do partido. Um dos objetivos é "marcar uma posição forte relativamente aos interesses, problemas e necessidades de Vila Nova de Famalicão e dar voz aos famalicenses descontentes com as políticas praticadas em Vila Nova de Famalicão pelos partidos do sistema”.
Partilhar
  • 358
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    358
    Shares

Quem depois do confinamento, passear pela cidade, vai deparar-se com uma realidade que parece ser um efeito colateral da Pandemia, provocada pelo vírus chinês, SARS-CoV-2. Mas não, os passeios da Av. 25 de Abril e da Rua Alves Roçadas, por exemplo, estão mais estreitos há vários anos.

Rua de Adriano Pinto Basto. Fotografia DR

Na Av. 25 de abril e na Rua Adriano Pinto Basto, estão mais estreitos, por via de uma esplanada que foi autorizada, mesmo frente a uma passadeira, e no último caso, pela circunstância de ter sido aí colocada uma rampa de acesso a uma agência bancária, com dimensões avantajadas, desnecessárias, que ocupam também mais de metade do passeio.

Esplanada autorizada pela Câmara MUnicipal na Avenida de 25 de Abril. Fotografia DR

Mas há mais passeios reduzidos a 60cm, com obras particulares que se prolongam, sem fim à vista, como é o caso no topo sul da Praça D Maria II, Rua José Gomes de Matos.

Avenida de Narciso Ferreira. Fotografia DR

Entretanto, existem passeios deteriorados na Av. Carlos Bacelar, por causa das raízes das árvores, mas sobretudo por desleixo da Câmara Municipal, cuja situação já se arrasta há mais de 2 anos.