test
18 C
Vila Nova de Famalicão
Segunda-feira, 17 Junho 2024

Partido Socialista “a favor das Antoninas, mas contra orçamento de um milhão de euros”

Socialistas dão como exemplo o São João em Braga e no Porto, e a Festa das Cruzes em Barcelos que custam "metade do dinheiro que é gasto em Famalicão".

2 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Desporto ao ar livre em Famalicão em parceria com mais de 70 coletividades locais

Iniciativa decorre de 17 de junho a 12 de julho.

Tony 1 – IMI 0

O orçamento das Antoninas foi de quase um milhão de euros. Bem acima da média do que gastam os concelhos vizinhos.

Iniciativa Liberal cresce e passa a terceira força política de Famalicão

Nas eleições europeias, a Iniciativa Liberal cresceu em Famalicão, mas coordenadora local apresentou a demissão.

O executivo PSD/CDS liderado pelo presidente da Câmara Mário Passos aprovou “um orçamento para as festas Antoninas que raia o incompreensível, de quase um milhão de euros, num despesismo que é injustificável, face ao contexto económico atual e ao programa apresentado”. A crítica ao elevado orçamento das Antoninas é feita pelo Partido Socialista num comunicado enviado à comunicação social.

Como o NOTÍCIAS DE FAMALICÃO noticiou em abril, são as Antoninas mais caras de sempre. [ver aqui Mário Passos duplicou os gastos com festas em apenas dois anos].

Os socialistas destacam que “outros municípios, também com festas concelhias enraizadas e com projeção nacional e internacional, apresentam programas similares e orçamentos consideravelmente mais baixos, que em alguns casos custam metade do dinheiro que é gasto em Famalicão”. Entre os exemplos apresentados pelo PS estão os orçamentos da Festa das Cruzes, em Barcelos; e o São João de Braga e do Porto.

“A Festa das Cruzes, em Barcelos, edição de 2024, rondou os 575 mil euros, com Xutos & Pontapés, Ana Moura, Fernando Daniel e os Quatro e Meia, como cabeças de cartaz; o São João de Braga, que tem 10 dias de festa e custa meio milhão de euros, com The Gift, David Carreira e Ana Malhoa. Este ano, o orçamento global das Festas de S. João do Porto é de 680 mil euros, com Quim Barreiros, Augusto Canário, Diapasão, Bandalusa, Zé Amaro, Jorge Guerreiro e Ana Moura. Uma das grandes novidades da edição deste ano é o regresso das rusgas, onde todas as freguesias são convocadas para mostrar as suas músicas, costumes e tradições”, salientam os socialistas.

“Face ao exposto, como é que o Sr. Presidente Mário Passos justifica o quase milhão de euros de despesas? Onde são gastos centenas de milhares de euros que obviamente excedem o valor médio gasto pelos municípios neste tipo de eventos?”, questionam os  socialistas, que perguntam também “qual será a fasquia para 2025?”.

“O PS de Famalicão acredita que a grandeza de uma festa não se mede pela quantidade de dinheiro gasto. A grandeza de uma festa mede-se com o envolvimento e a alegria da população”, destaca o Partido Socialista, reconhecendo “as Festas Antoninas como uma das imagens identitárias de Vila Nova de Famalicão e a necessidade de lhes alocar um orçamento municipal que garanta a realização de um programa rico, diversificado, com muita dignidade, brilho e larga participação popular”.

Comentários

Artigo anteriorPiscinas exteri