9 C
Vila Nova de Famalicão
Sábado, 4 Fevereiro 2023

PS-Famalicão anuncia assembleias gerais descentralizadas pelas freguesias

Na assembleia geral vários militantes que deram contributos para o futuro do partido no concelho de Famalicão.

2 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Mário Passos e Eduardo Oliveira têm uma história da vida pessoal em comum

Saiba o que liga os dois políticos famalicenses.

Trabalhadores da Transdev em greve na segunda-feira

Usa transporte público rodoviário em Famalicão? Há greve marcada na Transdev

Moradores de Gondifelos protestam e lagoa de “lixo” é chumbada

Moradores entregaram à Câmara Municipal um abaixo-assinado contra a construção de uma lagoa chorume, líquido que resulta da decomposição do lixo.

Noite de Carnaval terá 12 linhas de autocarros gratuitos para o centro de Famalicão

Três horários disponíveis para ir e regressar.

A Secção do Partido Socialista de Vila Nova de Famalicão vai passar a organizar as suas assembleias gerais de forma descentralizada pelas freguesias. A ideia foi sugerida na assembleia geral de militantes da secção do PS de Vila Nova de Famalicão, realizada na sexta-feira, 4 de novembro, na sede do partido, e foi bem recebida pelos militantes.

O encontro, que serviu para apresentar o novo secretariado da secção, coordenado por Ricardo Dias, foi mais uma jornada de unidade do Partido Socialista de Vila Nova de Famalicão, após as recentes eleições internas que foram marcadas pelo debate de ideias.

Na assembleia, presidida por António Silva, tendo como secretários Afonso Pizarro e Marta Oliveira, foram vários os militantes que deram contributos para o futuro do partido no concelho de Famalicão.

António Silva revelou o desejo de realizar as assembleias gerais “de forma regular e descentralizada pelas freguesias”.

Uma ideia muito bem acolhida pelo presidente da secção. “A nossa missão é contribuir para a vitória do partido nas freguesias e essas reuniões descentralizadas são muito importantes”, destacou Ricardo Dias.

“Vi nos militantes do PS uma vontade imensa de servir os famalicenses e de contribuir para o desenvolvimento do concelho de Famalicão que me deixou de coração cheio”, afirmou, por seu turno, Eduardo Oliveira, presidente da comissão política.

O líder dos socialistas famalicenses destacou “o compromisso de descentralizar as assembleias gerais pelas freguesias”. E justificou: “Quanto mais perto estivermos das pessoas mais possibilidades teremos de vencer o futuro.”

O Secretariado da Secção do PS-Famalicão é formado por um total de nove militantes. Para além do coordenador, Ricardo Dias, integram a equipa os seguintes militantes: Albino Araújo, Alexandra Moreira, Ana Monteiro, Isabel Veloso, Luís Monteiro, Marta Guimarães, Nuno Meneses e Paulo Costa.

Comentários