14.4 C
Vila Nova de Famalicão
Segunda-feira, 1 Março 2021
Partilhar
  • 65
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    65
    Shares

Ator António Cordeiro morre aos 61 anos

O ator António Cordeiro, que todos conhecemos da televisão, morreu este sábado, aos 61 anos. Estava internado no Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Com menos casos de covid-19, Famalicão tem risco “moderado” de contágio

Segundo o relatório divulgado nesta segunda-feira, dia 1 de março, pela Direção-Geral da Saúde (DGS), o número de casos de covid-19 em Vila Nova de Famalicão voltou a diminuir. O novo relatório dá conta de 230 novos casos por cem mil habitantes nos últimos 14 dias.

ACIF promove formação para desempregados

Estão abertas as inscrições abertas para o curso de Operador de Distribuição. As aulas serão realizadas em horários laboral.

Júlio Brandão, a livraria de Famalicão que o Estado Novo impediu que fosse editora

A vida da livraria Júlio Brandão foi breve e atribulada, mas intensa. Abalou o mercado livreiro português, pelo arrojo em editar livros políticos de autores marxistas e maoristas, considerados malditos pelo regime do Estado Novo. E abriu portas a jovens investigadores portugueses. Como José Pacheco Pereira.

Doze alunos de Famalicão seguem em frente no Concurso Nacional de Leitura

No total, foram apurados 12 vencedores, quatro por cada nível de ensino, que seguirão para a próxima fase do concurso.
Partilhar
  • 65
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    65
    Shares

O ator António Cordeiro, que sofria de uma doença degenerativa, morreu este sábado, aos 61 anos. O ator estava internado no Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

A informação foi confirmada pela Academia Portuguesa de Cinema nas redes sociais.

Desde 2017 que António Cordeiro sofria de paralisia supranuclear progressiva, uma doença rara e degenerativa, que lhe foi condicionando progressivamente a fala e os movimentos.

O ator era conhecido, sobretudo, da televisão, tendo começado a sua carreira em 1987, em “Duarte e Companhia” – uma série portuguesa independente de comédia policial.

Nesta série teve um papel secundário, no entanto, foi como protagonista da série policial “Claxon”, da RTP, estreada em 1991, que se tornou conhecido do grande público.

Cordeiro também participou em telenovelas como “Morangos com Açúcar”, “Laços de Sangue”, “Mar Salgado” e “Coração d’Ouro”.

A última telenovela na qual participou, já em 2018, foi “Espelho d’Água”. No cinema, esteve no elenco de filmes como “Os Olhos da Ásia” e “Índice Médio de Felicidade”.

Comentários