7.5 C
Vila Nova de Famalicão
Terça-feira, 29 Novembro 2022

Feira Grande de S. Miguel animou o centro da cidade

Certame dedicado às tradições famalicenses aconteceu no último fim de semana.

1 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Centro de apoio comunitário da Engenho vai passar por obras de requalificação

Associação aprovou o plano de atividades e orçamento para 2023

Chega promove palestra com Gonçalo Sousa

Evento será realizado no dia 1 de dezembro.

Campanha de Natal é promovida pela Câmara Municipal e Associação Comercial e Industrial de Famalicão

A chegada do Pai Natal está marcada para a tarde do dia 11 de dezembro.

PAN questiona Tratave e Câmara de Famalicão sobre descargas para rio Ave em Pedome

Partido acusa Câmara de Famalicão de "demitir-se da sua função de gerir o bem comum".

Da gala equestre à desfolhada minhota, foram muitos os motivos que levaram milhares de famalicenses e cidadãos de fora do concelho a visitar a Feira Grande de S. Miguel no passado fim de semana. Os visitantes aproveitaram o bom tempo e a nova cidade para recordar tradições e costumes de um passado bem presente da história de Vila Nova de Famalicão.

A iniciativa, organizada pelo pelouro do Turismo do Município de Vila Nova de Famalicão, arrancou no dia 29 de setembro com a tradicional Feira Franca e durou até ontem, dia 2 de outubro, numa celebração em torno dos produtos e produtores locais, saberes e sabores tradicionais, que também contou com momentos de animação muito concorridos.

A Feira Grande de S. Miguel, integrada nas comemorações do Dia do Concelho, contou com a presença e apoio de associações, produtores e criadores locais e regionais, que anualmente aderem à iniciativa, contribuindo para uma representação fiel dos usos e costumes que caracterizam o nosso concelho.

Refira-se que a Feira Grande de S. Miguel é um dos eventos mais marcantes da história e da identidade de Famalicão. Foi em 1205 que o Rei D. Sancho I, concedeu o Foral às terras de Vila Nova, ordenando que aqui se fizesse uma feira como forma de estimular a atividade comercial. Hoje a Feira de S. Miguel continua a fazer-se e, para além da importância comercial, ganhou uma importância cultural e turística para o território. Este ano marcou o regresso da iniciativa ao formato pré-pandemia.

 

Comentários

- Publicidade -
- Publ