9 C
Vila Nova de Famalicão
Sábado, 4 Fevereiro 2023

Governo disponibiliza 10 milhões de euros para blocos de partos. Maternidade de Famalicão será uma das beneficiadas

As obras terão de ser realizadas durante 2023.

1 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Mário Passos e Eduardo Oliveira têm uma história da vida pessoal em comum

Saiba o que liga os dois políticos famalicenses.

Trabalhadores da Transdev em greve na segunda-feira

Usa transporte público rodoviário em Famalicão? Há greve marcada na Transdev

Moradores de Gondifelos protestam e lagoa de “lixo” é chumbada

Moradores entregaram à Câmara Municipal um abaixo-assinado contra a construção de uma lagoa chorume, líquido que resulta da decomposição do lixo.

Noite de Carnaval terá 12 linhas de autocarros gratuitos para o centro de Famalicão

Três horários disponíveis para ir e regressar.

Já está a ser preparada a candidatura de Famalicão para a linha de financiamento anunciada pela Direção Geral do Serviço Nacional de Saúde (SNS). A informação foi avançada por António Barbosa, presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Médio Ave, ao Jornal de Notícias.

Trata-se de um financiamento de 10 milhões de euros para obras de requalificação de maternidades e blocos de parto anunciado esta semana pelo Governo. “É a primeira aposta específica em blocos de parto, em requalificação, desde há muitos anos”, sublinha Fernando Araújo, diretor executivo do SNS.

O diretor destaca que “as decisões que serão muito céleres para as executarmos até ao final do ano”. O Governo irá publicar o despacho já nos próximos dias. As obras terão de ser efetuadas durante 2023.

O despacho é acompanhado do Regulamento do Programa de Incentivo Financeiro à Qualificação dos Blocos de Parto do SNS. Esse financiamento de 10 milhões de euros é uma das medidas que faz parte da estratégia para melhoramento das condições assistenciais dadas às grávidas no SNS.

Comentários