12 C
Vila Nova de Famalicão
Quinta-feira, 25 Abril 2024
Sandra Pimenta
Residente em Ruivães, é uma defensora dos direitos humanos e ativista pelos animais e ambiente. Tornou-se vegetariana em 2005 e vegana em 2010. É porta-voz da comissão política concelhia de Famalicão do partido Pessoas Animais Natureza (PAN) e membro da comissão política distrital e nacional.

E vai um, e vão dois, e vão três. Vendido!

Pode-se enganar algumas pessoas o tempo todo ou todas as pessoas durante algum tempo, mas não se pode enganar todas as pessoas o tempo todo.

2 min de leitura
- Publicidade -
Sandra Pimenta
Residente em Ruivães, é uma defensora dos direitos humanos e ativista pelos animais e ambiente. Tornou-se vegetariana em 2005 e vegana em 2010. É porta-voz da comissão política concelhia de Famalicão do partido Pessoas Animais Natureza (PAN) e membro da comissão política distrital e nacional.

Famalicão

Celebrações dos 50 anos do 25 de Abril em Famalicão

Celebrações de amanhã, quinta-feira, têm início às 10h. Na parte da tarde há um concerto de jazz nos Paços no Concelho.

Polícia Judiciária outra vez na Câmara de Famalicão para investigar viagens pagas a autarcas

O ex-autarca Paulo Cunha é um dos visados num caso de suspeitas de corrupção que envolve viagens à sede da Microsoft nos EUA. Câmara de Famalicão confirma investigações.

Feira apresenta aos alunos oferta formativa do ensino secundário

Evento destinado aos alunos do 9º ano foi realizado no CIIES, em Vale São Cosme.

Caminhos da Liberdade em Vila Nova de Famalicão

Locais onde se fez resistência à Ditadura Salazarista

Notícia da semana: mais um hipermercado, ao lado de um hipermercado, que fica em frente a outro hipermercado, ficando todos a 1 km de outro hipermercado, sendo que, pelo meio temos um conjunto de lojas de comércio local que vão ser varridas do mercado, para dar lugar aos grandes grupos económicos de que a maioria PSD/CDS tanto gosta.

A incapacidade de este executivo pensar o concelho como um todo, dando resposta aos problemas climáticos que temos em mãos, já é de todos e todas conhecida.

Acresce que a tentativa de mostrar uma preocupação ambiental, que não existe, está gasta e já se percebeu que, no momento em que sai uma notícia de suposta ação preventiva, logo se percebe que a intenção é desviar a atenção de mais uma opção que não é só péssima a nível ambiental, mas também compromete a sustentabilidade financeira de muitos dos nossos comerciantes locais.

Vejamos: ao fim de 5 anos, repete-se 5 anos, em que constantemente o partido PAN, de Famalicão, insistia na necessidade de se criar a figura de guarda rios, considerando que era urgente identificar focos de poluição dos nossos rios e ribeiras, que quase diariamente são alvo de descargas poluentes, vem agora, qual D. Sebastião, o Vereador do Ambiente, Hélder Pereira, agitar a bandeira verde, proferindo exatamente o que o PAN sempre defendeu. Lamento, chegou tarde!

Mais, há 2 anos foi anunciada com pompa e circunstância a elaboração do Plano de Adaptação às Alterações Climáticas e que o mesmo estaria concluído no início deste ano, prazo esse exigido por lei. A semana passada lemos as desculpas do mesmo Vereador que o prazo era curto!!!

E tudo isso estrategicamente anunciado dias antes do anúncio de que iremos ter mais um hipermercado às portas da cidade. Aquela cidade que diariamente fica sobrecarregada de automóveis, de poluição, que a cada dia vê o seu património ambiental ser lapidado, mastigado e deitado fora como se uma pastilha elástica fosse.

Este executivo está a varrer (algumas) pessoas como se folhas perdidas fossem. Os pobres empurra para a periferia, os pequenos comerciantes ignora, aos jovens não garante um concelho sustentável. O problema das respostas habitacionais é ignorado, porque a prioridade é a construção de luxo, no centro da cidade, e estender a passadeira vermelha para os pavilhões industriais. Já se esqueceram do Parque da Devesa? Eu não.

Pode-se enganar algumas pessoas o tempo todo ou todas as pessoas durante algum tempo, mas não se pode enganar todas as pessoas o tempo todo.

 

________________________________________________________________________

Os artigos de opinião publicados no Notícias de Famalicão são de exclusiva responsabilidade dos seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal.

Comentários

Sandra Pimenta
Residente em Ruivães, é uma defensora dos direitos humanos e ativista pelos animais e ambiente. Tornou-se vegetariana em 2005 e vegana em 2010. É porta-voz da comissão política concelhia de Famalicão do partido Pessoas Animais Natureza (PAN) e membro da comissão política distrital e nacional.