19 C
Vila Nova de Famalicão
Segunda-feira, 21 Junho 2021
Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Jovem famalicense morre afogado no Gerês. É o segundo em menos de um ano

Jovem que morreu afogado no Gerês era de Ribeirão. Estava com amigos, enquanto mergulhava nas águas da albufeira da Caniçada.

min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Candidato Mário Passos manipula os milhões de Bruxelas e ilude os famalicenses

A Câmara de Famalicão captou apenas 7,9% dos 354 milhões que Bruxelas aprovou para o território do concelho nos últimos 8 anos. Mas o candidato Mário Passos (PSD-CDS) manipula os números e ilude os famalicenses dizendo que todos os milhões são devidos à ação da autarquia. O NOTÍCIAS DE FAMALICÃO apurou a verdade e revela a lista oficial dos projetos municipais aprovados em Bruxelas.

Mais enfermeiros no centro de vacinação de Famalicão

24 enfermeiros reforçam equipa no centro de vacinação até ao final de julho.

Paulo Costa é o candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal

Deputado municipal concorre à presidência da Câmara. Catarina Ferraz encabeça a lista à Assembleia Municipal.

Agostinho Fernandes quer Eduardo Oliveira a “virar a página de Famalicão”

“Servir as pessoas é a verdadeira essência da política. Estou aqui para servir os famalicenses”, enfatizou Eduardo Oliveira na apresentação do mandatário e de todos os candidatos a vereadores.
Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um jovem com 21 anos de idade morreu afogado na tarde desta quinta-feira, 10 de junho, na albufeira da Caniçada, no concelho de Terras de Bouro, na entrada central do Parque Nacional da Peneda-Gerês.

A vítima mortal residia na vila de Ribeirão, concelho de Vila Nova de Famalicão, e encontrava-se com amigos, igualmente famalicenses, que gozavam a tarde quente deste feriado entre mergulhos nas águas da albufeira da Caniçada.

Trata-se de João Couto, antigo aluno da Escola Básica 2.3 de Ribeirão.

Em menos de um ano, este é o segundo jovem de Vila Nova de Famalicão a morrer no mesmo local e também por afogamento.

O jornal online “O Minho”, escreve que “a vítima ainda veio à tona para pedir auxílio depois de dar um mergulho, mas acabou por desaparecer e não mais ser avistado pelos amigos que se encontravam com ele naquele espaço de veraneio, conhecido como praia de Lama de Grima, zona de junção entre os rios Gerês e Cávado, na localidade de Adpropeixe”.

O alerta foi dado às 15h20 por amigos que estavam com o jovem, que tinham dado pelo seu desaparecimento.

Chamados ao local, os Bombeiros Voluntários Famalicenses, assim como os voluntários de de Terras de Bouro, Barcelinhos, Barcelos e Vizela, participaram nas buscas do jovem, cujo corpo acabaria por ser resgatado sem vida, tendo o óbito sido confirmado pelo médico da VMER de Braga.

O cadáver foi encontrado no fundo do rio, pelas 18h30, por mergulhadores que faziam buscas naquele local de veraneio, em Vilar da Veiga, concelho de Terras de Bouro.

Segundo informação revelada pela Rádio Alto Ave, de Vieira do Minho, estiveram no local um total de 34 operacionais e 13 viaturas dos meios de emergência e resgate.

O jornal “Diário do Minho”, por seu turno, informou que uma equipa de psicólogos do INEM foi acionada para dar apoio no local que, em setembro de 2020, já havia registado a morte de outro jovem também de Famalicão.

O corpo do jovem foi transportado para o Instituto de Medicina Legal do Hospital de Braga.

Comentários