18.8 C
Vila Nova de Famalicão
Terça-feira, 9 Agosto 2022

Vão ser construídos 180 apartamentos na zona envolvente do Tribunal de Famalicão

DST vai apostar na habitação para o segmento médio alto em Famalicão.

1 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Município de Famalicão não respondeu ao Tribunal de Contas

O Tribunal de Contas citou o Município de Famalicão e Paulo Cunha. Apenas o ex-autarca respondeu.

Deputada do PSD com avença na Câmara de Famalicão demite-se e passa ao quadro da autarquia

Ex-deputada municipal, que foi também candidata a vereadora nas últimas eleições, responde por vários crimes e aguarda julgamento.

Câmara de Famalicão cria equipa para acompanhar alterações climáticas

Equipa tem como função o acompanhamento da política climática.

FAMAFOLK foi “um sucesso”

Quase 5000 pessoas passaram pelo festival.

A DST Real Estate, uma das empresas do grupo de construção e engenharia DST, vai construir para o segmento médio e médio alto em Famalicão. A informação é avançada pelo Dinheiro Vivo, que noticia a decisão da DST em investir no negócio da promoção residencial.

Segundo Miguel Moreira, CEO da DST Real Estate, será construído um empreendimento com 180 apartamentos em Vila Nova de Famalicão. O processo de licenciamento urbanístico está a decorrer e Miguel Moreira prefere, para já, não avançar mais pormenores.

Recorde-se que a DST é a empresa responsável pela intervenção urbanística que está a ser preparada para a zona envolvente ao Palácio da Justiça de Vila Nova de Famalicão, na entrada norte da cidade.

Os terrenos junto ao tribunal irão receber empreendimentos para fins residenciais e comerciais. Entre as novas construções, estará uma superfície comercial que irá receber um novo supermercado Lidl (informação que não foi negada nem pela promotora imobiliária nem pela Câmara de Famalicão durante a sessão de esclarecimento realizada no início do ano).

A designada Unidade de Execução 1 da UOPG 1.2 – Área envolvente ao Palácio de Justiça (Gavião) envolve também alterações ao nível do trânsito e do espaço público.

Além da construção para os segmentos médio e médio alto em Vila Nova de Famalicão, a DST vai apostar na construção de habitação para outros públicos e em outros concelhos do Minho. A empresa tem projeto para quase 700 apartamentos nos concelhos de Barcelos, Braga, Guimarães e Vila Nova de Famalicão.

Comentários

- Publicidade -