20.2 C
Vila Nova de Famalicão
Segunda-feira, 4 Julho 2022
- Publicidade -

AUTORIA

Francisca Sequeira

5 POSTS
Tem 22 anos, é licenciada em Línguas e Literaturas Europeias e está no último ano do Mestrado em Comunicação, Arte e Cultura na Universidade do Minho. Autodidata em dois instrumentos musicais, tem na música e no design as suas maiores paixões, e acredita que o igual acesso às artes e à cultura é uma das bases de uma sociedade evoluída.

As Variações de um arco-íris num país a preto e branco

A tentativa de silenciar a homofobia usando a música como arma de arremesso.

Harry’s House: quatro paredes de boa música

O terceiro álbum do cantor britânico que nos transporta para lugares aos quais ainda não tínhamos ido.

A que soa a Liberdade

A Revolução dos Cravos pautada pela música de intervenção.

Com saudade, MARO

De Lisboa até Turim: com o avô no coração e a responsabilidade de representar Portugal nos ombros.

King: O manifesto de Florence Welch que precisa de ser ouvido

O olhar sobre a desarmonia entre a condição de ser mulher e ter uma carreira no mundo da música.

Últimas Notícias

Altos voos partidários. Paulo Cunha será vice-presidente da comisão política nacional do PSD

O ex-presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, será vice-presidente de Luís Montenegro na nova comissão política nacional do PSD,...

PAN faz críticas ao regulamento do canil de Famalicão e propõe alterações

Partido enviou propostas de alteração ao projeto de regulamento do Centro de Recolha Oficial Animal de Famalicão.

Riopele lança hoje a sua primeira coleção no metaverso

Empresa reforça aposta no digital e apresenta meta-coleção no QSP Summit, na Exponor, esta quarta-feira, 29 de junho.

CDU questiona Câmara de Famalicão sobre atraso e qualidade das obras no centro da cidade

Partido quer saber quando começam as “necessárias e urgentes reparações das obras ainda em curso" e cita como exemplos pedras soltas e partidas, bem como outras situações que potenciam acidentes aos cidadãos. CDU critica ainda "desleixo" do executivo que está a ignorar “as necessidades de investimento nas freguesias”.

Trabalhadores têxteis realizaram manifestação em Famalicão

CDU apresentou na Assembleia Municipal uma moção sobre a luta dos trabalhadores do setor.
- Publicidade -