18.4 C
Vila Nova de Famalicão
Domingo, 19 Setembro 2021
Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

“Viver o Ave” nomeado para o prémio Guarda-Rios 2021

As votações decorrem online até ao dia 9 de agosto.

2 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Candidatos do CHEGA, IL, PAN e PS recebem apoio da liderança nacional em Famalicão

Ao contrário de eleições anteriores, a liderança nacional do PSD e do CDS-PP está ausente da campanha famalicense. Rui Rio participou ontem na campanha eleitoral de diversos municípios no Minho, mas não veio a Famalicão. Francisco Rodrigues dos Santos disse que não foi convidado.

PAN Famalicão apresenta programa eleitoral

O documento é dividido em quatro grandes eixos: Ambiente, Efetivar os Direitos Humanos, Proteção e Bem-estar Animal e Administração Municipal.

André Ventura presente na campanha do Chega em Famalicão

Centenas participaram no jantar com a participação do líder nacional no último dia 15, em Ribeirão.

António Costa dá força a Eduardo Oliveira hoje em Famalicão

Comício com a presença de António Costa realiza-se este sábado à tarde no Parque de Sinçães. Além do secretário-geral do Partido Socialista, outros nomes nacionais do partido têm vindo a Famalicão apoiar a candidatura de Eduardo Oliveira à presidência da Câmara Municipal.
Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O movimento Viver o Ave foi um dos cinco nomeados para o prémio Guarda-Rios 2021 promovido pela associação ambiental GEOTA. O Viver o Ave é um movimento cívico, voluntário e transversal para a proteção ambiental e promoção patrimonial do Vale do Ave.

O prémio Guarda-Rios é um dos mais importantes prémios ambientais a nível nacional e visa premiar pessoas, grupos ou instituições que se tenham destacado implementação de boas práticas, defesa e valorização dos nossos rios, cursos de água e áreas ribeirinhas.

Para o Movimento Viver o Ave, o rio Ave e toda a sua bacia hidrográfica, são, neste momento, ainda dos rios mais poluídos e com as margens mais subvalorizadas e subaproveitadas do país. “Dotado de um invejável património histórico, molinológico, industrial, hidroelétrico e até religioso nas suas margens, o rio Ave e as suas margens, tem todas as condições e potencial, para a sua valorização e aproveitamento turístico e ambiental”, considera o Movimento.

Em relação à nomeação ao prémio Guarda-Rios, consideram que, dado o seu reconhecimento e prestígio a nível nacional, “poderá ser uma importante alavanca mediática para a promoção de toda a bacia hidrográfica do Ave, assim como, para alertar as entidades competentes ao mais alto nível para a necessidade urgente de pôr um termo na poluição crónica das suas águas”.

O Movimento Viver o Ave apela ao voto neste projeto que pretende valorizar as águas e as margens em toda a bacia do Ave, Vizela e Este. As votações decorrem até ao dia 9 de agosto e podem ser feitas aqui ou através das páginas do GEOTA em www.geota.pt e rioslivresgeota.org.

Comentários

- Publicidade -