22.1 C
Vila Nova de Famalicão
Domingo, 19 Setembro 2021
Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Dificuldades no acesso a médico de família é uma das preocupações da CDU em Famalicão

CDU Famalicão reuniu com Agrupamento de Centros de Saúde do Ave.

2 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Candidatos do CHEGA, IL, PAN e PS recebem apoio da liderança nacional em Famalicão

Ao contrário de eleições anteriores, a liderança nacional do PSD e do CDS-PP está ausente da campanha famalicense. Rui Rio participou ontem na campanha eleitoral de diversos municípios no Minho, mas não veio a Famalicão. Francisco Rodrigues dos Santos disse que não foi convidado.

PAN Famalicão apresenta programa eleitoral

O documento é dividido em quatro grandes eixos: Ambiente, Efetivar os Direitos Humanos, Proteção e Bem-estar Animal e Administração Municipal.

André Ventura presente na campanha do Chega em Famalicão

Centenas participaram no jantar com a participação do líder nacional no último dia 15, em Ribeirão.

António Costa dá força a Eduardo Oliveira hoje em Famalicão

Comício com a presença de António Costa realiza-se este sábado à tarde no Parque de Sinçães. Além do secretário-geral do Partido Socialista, outros nomes nacionais do partido têm vindo a Famalicão apoiar a candidatura de Eduardo Oliveira à presidência da Câmara Municipal.
Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A CDU Famalicão, representada por Miguel Lopes, candidato à Câmara Municipal, Tânia Silva, candidata à Assembleia Municipal e Elisabete Coelho, candidata à Junta de Freguesia de Oliveira São Mateus, reuniu com o Agrupamento de Centros de Saúde do Ave – ACES Ave.

Relativamente ao estado da saúde no concelho, a CDU apurou que continuam a existir problemas relacionados com o acesso de muitos famalicenses ao serviço de Médico de Família em Famalicão. A CDU considera que o acesso ao Médico de Família “é um direito fundamental que deve ser concedido a qualquer cidadão, por isso mesmo é que defendemos um maior investimento na saúde”.

Relativamente à vacinação contra a covid-19, cerca de 40% dos 124 mil utentes abrangidos pela ACES Ave têm a vacinação completa. Em comunicado, a CDU defende “a urgência do reforço dos recursos disponíveis para combater a pandemia”, nomeadamente a compra de mais vacinas certificadas pela OMS para que o processo de vacinação se torne mais célere e eficaz.

A ACES afirmou que o Índice de Desempenho Global (IDG) é positivo, mas que pode fazer-se melhor. A CDU defende que se deve fazer melhor e isso passa pelo aumento do financiamento público e pelo reforço do SNS, seja recursos humanos, meios e equipamentos.

A CDU reforça o compromisso de estar “sempre presente junto das populações, para defender os seus direitos e avançar no caminho por uma sociedade mais justa e progressista”.

Comentários