14.4 C
Vila Nova de Famalicão
Domingo, 9 Maio 2021
Partilhar
  • 61
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    61
    Shares

CIOR na direção da Associação Nacional de Escolas Profissionais

Amadeu Dinis, diretor da Escola Profissional CIOR, é o primeiro vice-presidente da ANESPO no mandato 2021/2024.

1 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Tabu desfeito. Paulo Cunha não é candidato e deixa Famalicão em Outubro

A decisão do autarca foi oficializada esta semana numa reunião com os vereadores da coligação PSD-CDS.

Famalicão. Grupo Eco-Trocas dá vida nova a artigos excedentes e em desuso

O grupo tem como missão incentivar o aproveitamento de recursos e contribuir para a diminuição de desperdícios.

Eduardo Oliveira e as Antoninas: “Manda a prudência que se fale claro aos famalicenses”

A Câmara de Famalicão anunciou o regresso das Antoninas. Mas estamos em estado de calamidade que impõe muitas restrições. A polémica está instalada. O líder do PS lança várias questões à Câmara Municipal. Paulo Cunha acusa-o de ser eleitoralista.

Deputada do PCP no Parlamento Europeu visita a Associação de Moradores das Lameiras

Sandra Pereira elogiou o trabalho da instituição que considera "ser uma referência nacional".
Partilhar
  • 61
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    61
    Shares

Amadeu Dinis, diretor da Escola Profissional CIOR, continua a integrar a direção da Associação Nacional de Escolas Profissionais (ANESPO). O diretor da instituição famalicense é o primeiro vice-presidente deste organismo representante das escolas profissionais durante o mandato 2021/2024.

A eleição dos novos órgãos sociais foi realizada no dia 19 de março, tendo sido eleita a lista liderada pelo atual presidente da direção, José Luís Presa, da ETAP, Escola Profissional de Caminha.

A única lista candidata recebeu o apoio de 55% das instituições associadas com capacidade eleitoral e que votaram num processo ajustado às circunstâncias atuais, combinando voto por correspondência com voto presencial.

A ANESPO, que está a comemorar 30 anos de existência, representa 156 entidades privadas proprietárias de escolas profissionais, correspondendo a mais de 200 estabelecimentos em todo o país, frequentados por mais de 45 mil alunos, integrados na rede pública de ensino secundário, conferindo no final da formação dupla certificação, profissional e escolar, com correspondência ao ensino secundário completo.

A Direção agora eleita integra ainda: Rui Dias, da EPROMAT, de Matosinhos; Luís Oliveira, da EP do Fundão; Alexandre Oliveira, da ETP da Moita; Carlos Vieira, do INETE, Lisboa; e Domingos Borges, da EP da Praia da Vitória, da Terceira, Açores. A Mesa da Assembleia Geral é presidida por Maria Salomé Rafael, da EP de Hotelaria e Turismo de Lisboa e o Presidente do Conselho Fiscal é Fausto Ferreira, da EP do Centro Juvenil de Campanhã, Porto.

O Secretariado do Norte, região que tem o maior número de escolas profissionais do país, é composto por António Ruão, da EP Profitecla, do Porto e Jorge Antão da EP de Gaia. Jorge Santos, da EP de Chaves, integra a mesa da Assembleia Geral.

A posse dos órgãos sociais agora eleitos está marcada para o dia 9 de abril.

Comentários