11.2 C
Vila Nova de Famalicão
Quarta-feira, 26 Janeiro 2022

Biblioteca de Famalicão vence prémio nacional

O prémio tem o valor monetário de 4.500 euros, destinados à aquisição de recursos e serviços para a melhoria da qualidade dos serviços de biblioteca.

2 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

CDS-PP defende isenção de IRC sobre lucros reinvestidos nas empresas

Areia de Carvalho visita empresa Vieira de Castro, em Vila Nova de Famalicão.

HumanitAVE está a desenvolver projetos na Guiné-Bissau

Instituição enviou um contentor repleto de materiais angariados em diversas campanhas.

PAN aponta problemas na reabilitação do mercado municipal

Durante ação de campanha em Famalicão, partido detetou "oportunidade perdida".

Legislativas. Candidatos do PAN visitaram a escola de Gondifelos

Uma das propostas do partido é redução de alunos por turma para “melhorar as aprendizagens”.

A Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco de Vila Nova de Famalicão, venceu o Prémio Maria José Moura − Boas Práticas em Bibliotecas Públicas Municipais 2020 (7ª Edição), com o projeto “ODS: Juntos mudamos o mundo”.

Na sua apreciação do projeto, o júri destacou a relevância do tema dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e da Agenda 2030 associado às ações promovidas pelas bibliotecas públicas municipais, e a forma articulada como permite promover a coleção da biblioteca municipal e de outras fontes de informação e a sua relação com diferentes estratégias para os diversos segmentos de público.

O “Prémio Boas Práticas em Bibliotecas Públicas Municipais” foi instituído pela Direção-Geral do Livros, dos Arquivos e das Bibliotecas, em 2014, para premiar anualmente serviços ou projetos inovadores e de grande impacto na comunidade, desenvolvidos pelas bibliotecas públicas municipais portuguesas.

Foram ainda atribuídas menções honrosas aos projetos da Biblioteca Municipal Manuel da Fonseca, de Castro Verde, intitulado “Clube do Conto”, e ao projeto da Rede de Bibliotecas de Lisboa, designado “Aberta a todas as pessoas: servir a comunidade LGBTI na sua biblioteca”. O júri entendeu ainda destacar e saudar todas as bibliotecas que responderam aos desafios suscitados pela pandemia de Covid19, designadamente as bibliotecas de Alpiarça, Anadia, Mealhada, Oliveira do Hospital e Pombal.

Refira-se que o projeto, ODS: Juntos Mudamos o Mundo, é dinamizado pela Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, de Vila Nova de Famalicão e visa dar a conhecer e sensibilizar a comunidade para os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Na sequência do Concurso de Escrita Criativa “Todos por um mundo melhor”, iniciativa deste projeto, está a ser criada uma coleção de livros interativos, a “Estante Virtual” que será constituída pelos 17 contos interativos representativos dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Até à data, já se encontram disponíveis quatro contos na “Estante Virtual”, alojada no site da biblioteca: “As preocupações de Mariana”, relativo ao ODS 1 (Erradicar a pobreza); “A fada de bom coração” referente ao ODS 2 (Erradicar a Fome); “A ilha dos doces”, dedicado ao ODS 3 (Saúde de Qualidade); “O exemplo de Alice” respeitante ao ODS 4 (Educação de Qualidade). Veja também a nossa notícia de março de 2021 sobre este projeto.

Com a atribuição deste prémio pretende-se partilhar e divulgar as boas práticas, contribuindo para o reconhecimento e para a valorização do papel social das bibliotecas públicas.

O prémio tem o valor monetário de 4.500 euros, destinados à aquisição de recursos e serviços para a melhoria da qualidade dos serviços de biblioteca.

Comentários