23.5 C
Vila Nova de Famalicão
Quarta-feira, 5 Outubro 2022

Já pode adquirir os postais ilustrados “Rostos de Famalicidade”

Lançados os primeiros três postais de uma coleção que presta tributo a personalidades que são exemplo de dedicação a Famalicão e ao bem comum.

3 min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Feira Grande de S. Miguel animou o centro da cidade

Certame dedicado às tradições famalicenses aconteceu no último fim de semana.

PAN preocupado com a qualidade das refeições escolares em Famalicão

Alergénios na sopa e a presença de dióxido de enxofre e sulfitos em algumas refeições são algumas das preocupações do PAN com as refeições nas escolas famalicenses.

GRACAFE promove 6ª Corrida Pedome / Oliveira Santa Maria

Evento terá lugar dia 22 de outubro. Além das corridas, será realizada uma caminhada solidária.

CIOR inicia ano letivo com várias dinâmicas no âmbito do programa europeu Erasmus+

Os estágios serão realizados em empresas e instituições parceiras da escola.

O presidente da Câmara Municipal, Mário Passos, entende que o “extraordinário valor humano” dos famalicenses “há muito que faz a diferença” na área social e “acrescenta visão periférica” a quem tem de zelar e gerir pelos interesses de Famalicão.

O edil falava na sessão de apresentação do projeto de memorabilia postal promovido pela associação famalicense Casa da Memória Viva, que decorreu ao fim da tarde da passada quinta-feira, no Praça – Mercado Municipal. A seu lado, o autarca tinha o médico pediatra Miguel Machado, um dos três cidadãos retratados nas edições de estreia da coleção de postais “Rostos de Famalicidade”, iniciativa com que aquela associação local sem fins lucrativos pretende “prestar singelo tributo a luminosas referências cívicas e exemplos virtuosos de dedicação a Vila Nova de Famalicão e ao bem comum”.

As outras duas personalidades que têm o seu rosto num dos primeiros postais desta coleção não puderam estar presentes, por razões de saúde, mas foram igualmente saudadas quer pelos promotores, através do presidente da sua direção, quer pelo presidente da Câmara.

Trata-se de Conceição Araújo, funcionária dos CTT em Famalicão durante quase quatro décadas e que no segundo dia de 2022 festejou o seu centenário, e da enfermeira obstetra Miquelina Peixoto, que em 2018 a Casa da Memória Viva homenageou, escolhendo-a para madrinha. O mesmo aconteceu com o médico Miguel Machado no ano seguinte, quando aceitou o convite para apadrinhar a associação.

Perante mais de uma centena de famalicenses, alguns dos quais a residir atualmente fora do concelho, Mário Passos fez uma intervenção realçando a “importância de reconhecermos, enquanto comunidade, os nossos melhores exemplos”. E, concordou, os três famalicenses que inauguram o projeto “Rostos de Famalicidade” são “casos de entrega e dádiva à comunidade famalicense”, que os “vê e admira como exemplos de abnegação, dedicação e amor ao próximo”.

Felicitando a Casa da Memória Viva por “esta iniciativa inédita e muito interessante em termos de inovação social”, o presidente da Câmara Municipal de Famalicão destacou ainda a importância de “aproveitarmos os ensinamentos e a experiência de vida de concidadãos nossos como o Dr. Miguel Machado, a D. Conceição Araújo ou a D. Miquelina Peixoto. Teremos sempre a aprender com a sua exemplaridade”.

“Nascemos com visão periférica – acrescentou – para que não olhemos só para o que está à nossa frente, mas sim para tudo o que nos rodeia”. É com essa visão de conjunto (“global”, como referiu) que Mário Passos tem procurado “pautar o seu comportamento como guardião dos interesses dos famalicenses”, realçou.

Por seu lado, Carlos de Sousa, presidente da direção da Casa da Memória Viva, justificou este projeto de memorabilia postal como forma de “impregnar de felicidade a memória emocional dos famalicenses” e de “estimular a interação com os nossos conterrâneos em perda cognitiva com um gatilho capaz de fazer atuar o que ainda lhes resta da memória”.

Assinalando a apresentação do projeto, foi também lançado, em edição especial, um selo dos CTT reproduzindo o retrato, desenhado a grafite, de Conceição Araújo, cujo original foi ofertado aos filhos, presentes na sessão. Tal selo, sobre o qual foi aposto um carimbo alusivo ao evento, foi colocado nos envelopes contendo os três postais vendidos após a sessão.

Os postais estão já a ser comercializados, num ‘pack’ de três e ao preço de 6,00 euros, no quiosque Pipe´s Bazar, na Av. 25 de Abril, n.º 124, e na Fontenova Livraria, na Alameda Luís de Camões, n.º 142, na cidade de Famalicão

Comentários

- Publicidade -