20.3 C
Vila Nova de Famalicão
Sábado, 23 Outubro 2021
Partilhar
  • 2
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
    3
    Shares

Fábrica de Famalicão Injex certificada para fornecer a indústria automóvel mundial

Com sede em Vilarinho das Cambas, a Injex produz anualmente milhões de peças em plástico injetado para diversas marcas de automóveis. Obtém agora a certificação máxima exigida pela indústria automóvel. "É uma grande alegria", diz José Duarte Pinheiro de Lacerda, fundador e líder da empresa.

min de leitura
- Publicidade -

Famalicão

Injex cresce na pandemia. França e Alemanha são mercados prioritários

A empresa fundada pelo famalicense José Duarte Pinheiro de Lacerda acelera o processo de internacionalização na França e na Alemanha.

Democracia, liberdade e jornalismo

Notícias são sobre factos. Opiniões, favoráveis ou desfavoráveis, não mudam a realidade dos factos.

Presidente da Câmara de Famalicão recebe cidadãos às quartas-feiras mediante marcação prévia

Mário Passos mantém presidência aberta com atendimento aos munícipes.

Desacatos no Parque da Devesa levam a participação na Polícia

Tumulto na sessão de esclarecimento promovida pela Associação Famalicão em Transição.
Partilhar
  • 2
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
    3
    Shares

A Injex, empresa especializada na produção de componentes técnicos em plástico, obteve uma certificação internacional que lhe permite entrar nas listas de fornecedores regulares dos fabricantes de automóveis.

Com sede na zona industrial de Vilarinho das Cambas, em Vila Nova de Famalicão, a Injex, que desenvolve e produz peças em plástico injetado, foi certificada de acordo com o referencial IATF 16949, que é obrigatório no mercado exigente e competitivo em que se enquadram os fabricantes da indústria automóvel e os seus fornecedores.

“É um momento de grande alegria, que consolida a Injex como fabricante de peças para a indústria automóvel mundial, de acordo com as exigências mais avançadas do setor”, afirma José Duarte Pinheiro de Lacerda, fundador e CEO da empresa.

“Hoje podemos dizer aos nossos ‘stakeholders’ que o sistema de gestão da qualidade da Injex se encontra num plano altamente especializado, de acordo com os mais elevados padrões da indústria automóvel mundial”, acrescenta Pinheiro de Lacerda, informando que se trata de uma condição que coloca a fábrica de Vila Nova de Famalicão “num grupo muito restrito de empresas no contexto da totalidade dos fabricantes e fornecedores da indústria automóvel em Portugal”.

A IATF (The International Task Force), entidade que auxilia a indústria automóvel a desenvolver produtos de qualidade, lançou a sua primeira edição da IATF 16949 em outubro de 2016. Estabelecendo o padrão para um sistema de gestão da qualidade avançado no setor automóvel, a IATF 16949:2016 substitui a norma ISO/TS 16949.

A certificação IATF 16949:2016 – que está alinhada com a norma ISO 9001, respeitando a sua estrutura e requisitos –, harmoniza a avaliação e a certificação em toda a cadeia de fornecimento automóvel global, garantindo que os detentores da certificação adotam sistemas de gestão da qualidade orientados para a melhoria contínua, para a redução de variações na produção e do desperdício, bem como para o foco na prevenção de defeitos, numa perspetiva global e ao longo de toda a cadeia de valor.

Uma empresa da indústria automóvel que procure a certificação IATF 16949 também deve cumprir com a ISO 9001, que a Injex começou a cumprir em 2008 – cinco anos após a fundação da empresa.

Desde então, desenvolveu-se a relação comercial da Injex com a indústria automóvel, que agora se consolida com a certificação IATF 16949.

Para chegar até aqui, a Injex percorreu um longo caminho, tendo ultrapassado os diferentes níveis de geração de valor, designadamente a produção de componentes, a construção de moldes, o desenvolvimento de processos, o estudo e design de produtos, a impressão 3D, o produto certificado (serviço de certificação finlandês) e o crescimento contínuo das exportações.

A trabalhar há muitos anos para o setor automóvel, a Injex produz anualmente milhões de peças para diversas marcas, nomeadamente a Peugeot, Alfa Romeo, Jaguar, Volkswagen, Audi e Mercedes Benz.

Comentários